Hoje, dia do livro, a Biblioteca Nacional do Rio completa o bicentenário.  Imagine só, em 1808, quando D. João VI fugiu, com toda a sua corte, de Portugal para o Brasil, escapando das tropas de Napoleão Bonaparte, trouxe consigo aproximadamente 60 mil itens, entre livros, manuscritos e mapas. Foi esse o acervo que deu origem à Biblioteca. Em 29 de outubro de 1810, por um decreto, foi criada a Real Biblioteca, que só teve o acesso liberado ao público quatro anos depois.

Atualmente, segundo a Unesco, a Biblioteca Nacional do Brasi é uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo e também a maior da América Latina. Possui em seu acervo cerca de nove milhões de peças.  Dessas, 200 estarão em exposição ao público a partir de hoje.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixar um comentário

Não há comentários nessa página ainda. Vamos começar essa conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *