Mafalda e suas crítica personalidade. (Crédito: divulgação)

Foi no dia 15 de março de 1962 que certa menina de cabeça grande e arrepiados cabelos negros apareceu pela primeira vez para o público, mais especificamente de Buenos Aires. Mafalda, personagem que ficou famosa pelo inconformismo e fina crítica às injustiças sociais, estreou – quem diria – em uma propaganda de um eletrodoméstico da empresa Mansfield.

Porém até mesmo criador, Joaquín Lavado, o “Quino”, reconhece as controvérsias em relação à data de comemoração. Os vizinhos portenhos preferem considerar o aniversário de Mafalda em 29 de setembro, quando relembram a primeira publicação da tirinha em jornal, em 1964.

As principais notícias da época eram comentadas nas HQs com um tipo ferino de senso de humor que ficou para sempre relacionado à personagem. Nas primeiras tiras, eram apresentados apenas Mafalda e seus pais. Em janeiro de 1965, o personagem Filipe entrou nas histórias. Manolito e Susanita surgiram algumas semanas mais tarde. Em 1967, quando o jornal em que as tirinhas estavam sendo publicadas faliu, a mãe de Mafalda estava grávida.

Em 1968 as histórias passaram a ser divulgadas em uma publicação semanal, o que desgastou a habilidade de Quino ao comentar as notícias. Ele tinha que entregar os desenhos duas semanas antes da distribuição.

Em 1973, acabam as publicações de Mafalda. Depois deste período, Quino produziu apenas esporadicamente, principalmente trabalhos relacionados à campanhas em defesa dos direitos humanos.

Independentemente da data correta da comemoração, a quase cinquentona Mafalda continua com inúmeros fãs mundo afora. Muitas vezes comparada ao personagem Charlie Brown (o próprio Charles Schultz considerava Quino como um “gigante”), Mafalda fez várias gerações pensarem sobre a própria condição social.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixar um comentário

Não há comentários nessa página ainda. Vamos começar essa conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *