Não é nenhuma novidade: de uns anos pra cá, o Brasil se tornou um país com uma expressiva quantidade de shows internacionais. Só em matéria de festivais, é possível citar pelo menos três de grande porte: Rock In Rio, Planeta Terra e SWU. Há novidades indie, como o M/E/C/A Festival, e algumas iniciativas mais regionalizadas, como Abril Pro Rock e Goiânia Noise Festival – e o nosso hoje meio sumido GIG Rock. No entanto, é rara a presença de uma banda latino-americana nesses festivais. É para preencher esta lacuna que está aí o El Mapa de Todos, que será realizado em Porto Alegre nos dias 12, 13 e 14 de abril (terça, quarta e quinta-feira), mais precisamente no bar Opinião.

Nesses três dias, os roqueiros da Capital poderão conferir bandas que poucos conhecem – e que muito dificilmente teriam uma oportunidade de ver ao vivo. São grupos de países como Argentina, Uruguai, México e Venezuela, que farão apresentações entre nomes consagrados da cena alternativa local e bandas promissoras de outras regiões do Brasil.

El Mató a un Policía Motorizado, uma das atrações do festival (Crédito: El Mapa de Todos/Divulgação)
El Mató a un Policía Motorizado, uma das atrações do festival (Crédito: El Mapa de Todos/Divulgação)

“Estamos oferecendo um dos melhores eventos independentes do Brasil, com um line up de grande qualidade, por apenas R$ 10,00 de entrada”, explica Fernando Rosa, um dos curadores do evento. O jornalista, responsável pelo cultuado site Senhor F, é um grande admirador da música feita na América Latina, e espera que o evento seja uma oportunidade para integrar mais a cena brasileira com as dos países vizinhos.

Esta é a segunda edição do El Mapa de Todos. A primeira, realizada em 2009, ocorreu em Brasília, cidade onde mora o jornalista. “Esperamos, agora, que o público gaúcho corresponda à expectativa que o Brasil e a América Latina tem de Porto Alegre, de ser a capital da integração”, instiga.

A Petrobras, patrocinadora do evento, terá um hotsite especial para registrar o festival em imagens, projetadas nos telões, e sons ao vivo do local. Ao final de cada apresentação, os internautas terão no site uma música do artista, registrada ao vivo pelo Estúdios Dreher. Outro destaque é a cobertura online que será feita pela webradio local Putzgrila, o que permitirá que pessoas espalhadas pelo mundo todo possam acompanhar o que acontece em Porto Alegre.

Mas o El Mapa de Todos vai além da música. Paralelamente, o público terá acesso a um conjunto de debates na Casa de Cultura Mario Quintana. Entre os temas abordados estão a questão do idioma, turismo musical, circulação de artistas na região, a música em tempos de internet e qualificação profissional para a integração.

Como mencionou Fernando Rosa, os ingressos custam R$ 10, mas podem ser adquiridos em um pacote para os três dias por R$ 25, à venda nas lojas Trópico (Shoppings Iguatemi, Praia de Belas, Moinhos, Total, BarraShopping Sul, Bourbon Ipiranga, Canoas Shopping e Bourbon São Leopoldo). Mais informações no site do evento, www.elmapadetodos.com.br. O início das apresentações está previsto para as 21h. Confira abaixo a programação de shows.

Terça-feira, 12 de abril

Reino Elétron
Gepe (Chile)
Arthur de Faria e seu conjunto
Xoel Lopez/Pablo Dacal/Franny Glass (Espanha/Argentina/Uruguai)
Frank Jorge e banda

Quarta-feira, 13 de abril

Sociedade Bico de Luz
Contra Las Cuerdas (Uruguai)
Do Amor
Los Mentas (Venezuela)
Wander Wildner

Quinta-feira, 14 de abril

Watson
Los Negretes (México)
Superguidis
El Mató a un Policía Motorizado (Argentina)
Macaco Bong

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixar um comentário

Não há comentários nessa página ainda. Vamos começar essa conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *