Gonzaguinha e Luiz Gonzaga, em show de Gonzaguinha, no Canecão, Rio, em 1987 (Crédito: Cristina Granato/Arquivo)

Em meio às comemorações do centenário de nascimento de Luiz Gonzaga (1912-1989), um dos maiores nomes da música regional brasileira, surge um filme sobre um aspecto da vida pessoal deste que ficou conhecido como o “rei do baião”. A produção “Gonzaga – De pai para filho” aborda a relação do sanfoneiro pernambucano com o seu filho, o também músico Gonzaguinha (1945-1991), que, diga-se de passagem, foi quase sempre conturbada.

Dirigido por Breno Silveira (“Dois filhos de Francisco”), o filme tem o lançamento previsto para outubro deste ano. Segundo o diretor, a ideia surgiu quando teve contato com gravações de entrevistas que Gonzaguinha realizou com seu pai. O primeiro trailer (abaixo) foi divulgado nessa semana pela Paris Filmes, e mostra que, apesar do foco estar na relação familiar citada no título, a biografia de Gonzagão será bastante explorada, desde o início de sua carreira, em especial nas dificuldades que enfrentou para emplacar a sua música.

Luiz Gonzaga será vivido por três atores diferentes, de acordo com a passagem do tempo. A fase mais expressiva, dos 30 aos 50 anos, terá Chambinho do Acordeom, músico que estreia como ator, no papel. Já Gonzaguinha será interpretado pelo ator gaúcho Julio Andrade (“Cão sem dono”). O elenco conta ainda com Nanda Costa (“Sonhos Roubados”), encarnando a mãe de Gonzaguinha, a dançarina e cantora Odaléia Guedes dos Santos.

Leia aqui o texto do nosso colaborador Caetano Cremonini sobre o significado da música de Luiz Gonzaga para a cultura brasileira: “As muitas Asas Brancas”.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments