Busto de Auguste Rodin, da escultora Camille Claudel, é encontrado em uma loja de antiguidades na França. Crédito: Reprodução.

Depois de 13 anos desaparecido, um busto de bronze de Auguste Rodin, de autoria da escultora Camille Claudel, foi encontrado em uma loja de antiguidades perto de Lyon, na França. Dois homens foram presos no dia 19 de junho.

A peça de oito quilos, avaliada em aproximadamente 1 milhão de euros (1,25 milhão de dólares), foi encontrada na van de um comerciante de antiguidades, em Montbrisson, 60 quilômetros a leste de Lyon. Uma série de roubos nas proximidades chamou a atenção da polícia, que começou a investigar possíveis suspeitos.

O busto de Rodin foi roubado em 1999 do museu Gueret, perto de Clermont Ferrand, na região central da França. Uma investigação judicial foi aberta pela promotoria pública de Lyon para determinar como os homens conseguiram obter a obra de arte.

A relação entre os dois escultores é considerada uma das mais fecundas artisticamente. Rodin e Claudel fizeram uma série de esculturas um do outro, durante um período de intensa colaboração artística e relacionamento amoroso. O busto de Auguste Rodin foi esculpido por Camille em 1900. Em bronze, mostra um Rodin muito mais vigoroso e forte do que realmente aparentava na ocasião, segundo contemporâneos do casal.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments