Por Thamys Trindade*

Documentário vencedor do Oscar de 1972 segue a infância evangelista de Marjoe Gortner (Crédito: Arquivo)

Há exatamente 40 anos, “Marjoe 1972” levava a estatueta mais cobiçada do cinema como Melhor Documentário. Produzido e dirigido por Howard Smith e Sarah Kernochan, o longa norte-americano ganhador do Oscar conta a vida do evangelista Marjoe Gortner – primeiro pregador evangélico a denunciar a profissão. No filme ele revelou antigos truques do comércio e expôs alguns aspectos de entretenimento do movimento popular que se tornou um grande negócio.

Parte documentário, parte exposição, este filme segue a infância evangelista do personagem principal, comentando sobre o carisma e o “negócio da religião” antes do início do “tele-evangelismo”.

A trilha sonora foi lançada pela Warner Bros Records, consistindo em palavras faladas por Marjoe – desde os 4 anos de idade – misturadas à músicas religiosas. “Save All My Brothers”, canção tema do filme, foi escrita por Sarah Kernochan e Joseph Brooks, e executada por Jerry Keller.

Os cativantes sermões de Marjoe raramente deixavam de encher até a borda os pratos de coleta da igreja, e suas famosas curas de fé eram miraculosas até mesmo para ele. Na adolescência, no entanto, Marjoe foi se desiludindo diante do contínuo encenar de seus poderes divinos deixando o movimento evangélico em busca de outros meios de sustento. Ele tentou aderir a uma banda de rock para acompanhar os novos tempos, mas, em seguida, voltou para o circuito evangélico a fim de gravar o já mencionado documentário-denúncia.

Embora lançado em VHS, o filme ficou muito tempo foro de catálogo e acabou deteriorado. Em 2002, os negativos e outros componentes foram encontrados guardados em um cofre em Nova York. Uma vez que os direitos foram garantidos, o filme foi restaurado com recursos fornecidos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. O documentário  já foi lançado em DVD e está disponível online.

 Curiosidade

  Hoje em dia, Marjoe Gortner, 68 anos, se dedica a carreira de ator e às causas sociais em que acredita. Dentre elas, a principal é informar as pessoas a respeito de retórica utilizadas para manipular ideias e sentimentos.

Há um link para o filme disponível aqui

*Estudante de Jornalismo da PUCRS 

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments