veredas-banner-300x300px (1)

O trabalho de resgate de escritoras – sobretudo do século XIX e início do XX –  e de suas respectivas obras, aos poucos, vem crescendo dentro das universidades. Mesmo assim, não se pode ignorar a necessidade destas iniciativas saírem dos portões da academia e chegarem às mãos do leitor. Por isso não é preciso ser nenhum especialista para perceber que a Editora Mulheres (Florianópolis), criada em 1996, é bastante respeitada por seu significativo trabalho de resgate em suas reedições.

Com a intenção de publicar o melhor da produção de autoria feminina, a editora se
dedica a recuperar parte da obra de escritoras esquecidas. Constam em seu catálogo autoras como Nísia Floresta, Júlia Lopes de Almeida, Andradina de Oliveira, Carmen Dolores, Délia, Firmina dos Reis, Flora Tristán, Madeleine Pelletier entre outras. Também são publicados estudos críticos sobre escritoras, índices bibliográficos, dicionários e outras instrumentos de pesquisas.

Edições impecáveis, diagramação cuidadosa e as parcerias entre universidades e pesquisadores garantem a qualidade. O resultado pode ser creditado às três fundadoras, professoras aposentadas da UFSC: Susana Funck, Elvira Sponholz e Zahidé Muzart, que morreu no final do mês de outubro deste ano. Sua falta já é sentida e lamentada por quem admirava o seu trabalho.

Interessados e curiosos podem conferir o catálogo da Editora Mulheres divulgado recentemente no link a seguir: Catálogo Editora Mulheres

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments