Guia Nonada: nosso roteiro da Feira!

1920-868-1

Planejamos um roteiro para a Feira do Livro de Porto Alegre com atividades sugeridas pela equipe. Selecionamos atividades voltadas à literatura feminista, negra e popular, espetáculos de artistas de rua, além de atividades culturais com foco nos Direitos Humanos.

Na próxima segunda-feira (31), o Nonada promove o Sarau dos Não-Lidos – Literatura Marginal e Periférica,  com poetas locais. O encontro ocorre às 20h no teatro Carlos Urbim, dentro da programação juvenil e para professores. Confira mais informações. 

29/10 

17h – Argentina – 40 Anos do Golpe: Memórias da Ditadura – Kamchatka (Cine Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028)

30/10 

12h30 – Domingos de criação: KALUNGA (Praça de Autógrafos – Praça de Alfândega) – A banda KALUNGA tem por objetivo transmitir por meio de suas músicas e intervenções politico-culturais a visão de mundo do afro-brasileiro e suas vivências em comunidade, tendo o Quilombo como referência do protagonismo negro e espaço de criação. A inspiração e a referência são a trajetória de luta e a poesia do Mestre Telmo Flores destila africanidades em suas letras e melodias. Confira nossa entrevista com o Mestre Telmo. 

15h – TVs Públicas: memórias de arquivos audiovisuais. O Caso TVE-RS (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) –TVE-RS, na sua relação com a memória da sociedade gaúcha. Com Nádia Maria Weber Santos, Ana Luiza Coiro Moraes, Cristiane Finger e Francielle Garcia

17h – Argentina – 40 Anos do Golpe: Memórias da Ditadura – Irmãs (Cine Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028)

19h – Leve como brisa, forte como ventania: o feminino e o feminismo na cultura e na psicanálise (Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – O que define, o que busca, o que vive a mulher no século XXI. Com Carol Anchieta, Patrícia Lago e Sandra Dani sob a coordenação de Rosane Poziomczyk.

31/10 

14h – A Palavra Sustentável: cidades sustentáveis (Auditório Barbosa Lessa CCCEV – R. dos Andradas, 1223) – Desafios e metas para a sustentabilidade ambiental em grandes cidades. Estratégias a partir de Porto Alegre. IAB-RS (Rafael Pavan dos Passos), Coletivo a Cidade que Queremos (Sílvio Jardim e Leonardo Melgarejo) e ONG Todavida (Lígia Miranda (ONG Todavida), sob a mediação de Katia Suman. Com Libras

20h – Cartagena – um exercício do ator (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) – O andarilho Rubião encontra um livro e passa a ser assombrado pelos personagens Fernão de Magalhães e Cartagena durante primeira viagem de circum-navegação no século XVI. Com José Carlos Peixoto (Zé da Terreira)

A autora cubana Teresa Cárdenas é uma das presenças confirmadas na feira (Foto: divulgação)

A autora cubana Teresa Cárdenas é uma das presenças confirmadas na feira (Foto: divulgação)

1º/11 

16h30 – A poesia lírica e social de Lobo da Costa (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – A importância do autor na literatura do Rio Grande do Sul. Com Gerci Oliveira Godoy, Benedito Saldanha e Beatriz Barbisan

18h – De Cuba, Teresa Cárdenas (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – Vencedora do prêmio Casa de las Américas por Cartas para minha mãe, a autora cubana retrata em suas obras sua ancestralidade e recria o mundo, revisando os mitos africanos e os demais em histórias fascinantes. Teresa Cárdenas, apresentada por Caio Riter e Angela Rolla (Confraria Reinações). Tradução simultânea.

18h30 –  Ciranda – Movimento Vamos Juntas (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) –Bate-papo entre mulheres promovendo a sororidade e a reflexão sobre temas como machismo e empoderamento feminino. Coordenação Babi Souza.

02/11 

14h –  Raízes do Brasil- leituras atuais (Auditório Barbosa Lessa CCCEV – R. dos Andradas, 1223) – O lançamento de uma edição crítica de Raízes do Brasil, 80 anos após sua primeira edição, é uma oportunidade de lermos e relermos a atualidade das propostas de Sérgio Buarque de Holanda a respeito da identidade brasileira. Com Robson de Freitas Pereira, Lucia Serrano Pereira, Paulo Gleich e Marta Pedó sob a mediação de Otávio Augusto Winck Nunes

15h – Amor sem preconceito. Uma história de amor um pouco diferente (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – Adoção do menino João Vitor por casal homoafetivo que está junto há mais de 20 anos. Com Lucimar Quadros , Rafael Gerhardt e Tatiana Gomes. Com Libras

16h – Poema Sujo de Ferreira Gullar – 40 anos de publicação (Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – Comentários e explanações sobre a obra que se tornou marco da poesia contemporânea e sobre a trajetória do poeta Ferreira Gullar, com leitura de trechos do livro. Com Diego Petrarca, Rodrigo Abrahão Machado e Andreia Laimer

03/11 

17h – Simões Lopes Neto – onde não chega o olhar prossegue o pensamento O Negrinho do Pastoreio (Em frente ao Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028). Espetáculo teatral com a Cia Oigalê de Teatro

17h – Argentina – 40 Anos do Golpe: Memórias da Ditadura – Infância Clandestina (Cine Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028)

19h –  II Encontro de Escritores Negros do RS (Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro) – Escrita, experiências e o mercado livreiro numa perspectiva antirracista. Com Lilian Rocha, Luiz Maurício Azevedo e Vladimir Rodrigues, com mediação de Oscar Henrique Cardoso.

04/11 

9h – Uergs na Feira do Livro de POA: Práticas leitoras em múltiplas linguagens e Bibliodiversidade (Auditório da Livraria Paulinas – Rua dos Andradas, 1.212)  

9 às 10h – Literatura como ferramenta para pensar e intervir no mundo, conversa com Rejane Pivetta

10h20min às 12h – Oficina e Sarau de Hip-Hop com Micheline Freitas

13h30min – Abertura oficial

14 às 15h – O b/em e o mal em Simões Lopes Neto, conversa com João Claudio Arendt

15h20min às 17h – Jogo RPG com o conto Trezentas Onças.

Inscrições: anacarolina.livre@gmail.com

18h – Que você é esse? (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – Espécie de biografia de um tempo, o livro apresentado retrata a geração que viveu o desbunde, lutou contra a ditadura e pela redemocratização, chegando hoje à dura realidade do que afinal conquistaram. Com Antônio Risério. Apresentado por Maria Helena Ruduit

05/11

17h – Manoel de Barros: o viajante das palavras (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223). Manoel diz: “Tudo o que não invento é falso”. Verdadeiramente viajando pelas palavras, ele nos convida a penetrar o túnel do humano e a percorrer a beleza da natureza através da sua poesia imaginativa/inventiva única. Com Alice Lewcowicz, Cláudia Luiza Caimi, Gutcha Ramil, Leco Petersen, Márcia Ivana de Lima e Silva, Thiago Ramil e Grupo Amigas da Poesia, sob a coordenação de Denise Bystronski

18h – Antonio Iturbe: presença espanhola na Feira do Livro (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) –O romancista espanhol, redator da revista de cinema Fantastic Magazine e ex-diretor da revista Qué Leer, colaborou em várias seções de livros e em suplementos espanhóis de cultura atuando agora na sua Librújula (www.librujula.com), revista sobre livros, e como professor da Universidade de Barcelona. Seu livro A Bibliotecária de Auschwitz, traduzido para o português (registro de uma época sofrida da História, mas que também mostra a coragem de pessoas que não se renderam ao terror e se mantiveram firmes usando os livros como ‘arma’), é o tema do encontro do autor. Mediação de Fábio Prikladnicki. Tradução simultânea.

18h – A política e a estética nos saraus periféricos, bate-papo e sarau (Biblioteca Moacyr Scliar – Rua Sete de Setembro, 1.020 – térreo – Rua Sete de Setembro, 1.020 – térreo) – Convidados: Negra Jaque, do Sarau da Carolina (Morro da Cruz-Porto Alegre), Edgar Borges, do Sarau da Lona Poética (Boa Vista-Roraima)e Henrique Veber, do Sarau Entreverbo (Canoas). Mediação: Márcia Cavalcante. Promoção: Ong Cirandar

O escritor Valter Hugo Mãe lança seu novo livro (Foto: Rita Rocha)

O escritor Valter Hugo Mãe lança seu novo livro (Foto: Rita Rocha)

06/11 

12h30 – Domingos de Criação: Ododua (Praça de Autógrafos – Praça da Alfândega) – Grupo de dança afro Ododua contribui para a difusão e reconhecimento da dança de afro. Coordenado por Ialorixà Inayá de Oxum.

14h30 – Presença de Valter Hugo Mãe (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223) – Homens imprudentemente poéticos: autor português conversa com o público sobre seu novo livro. Com Valter Hugo Mãe, recebido por Cintia Moscovich e Luiz Paulo Faccioli.

16h30 – O sargento, o marechal e o faquir (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – No início da ditadura, três vidas se cruzam em uma trama de traições, coragem e personagens inesquecíveis: o Caso das Mãos Amarradas. Rafael Guimarães, Carlos Frederico Guazzelli e Rogério Sottili

18h30 – 1999 não tem fim (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223). Os 15 anos do final do Cardosonline, publicação eletrônica que movimentou a internet brasileira nos anos 1990, e os 15 anos de início da Livros do Mal, editora que ajudou a renovar a literatura nacional no início do século XXI. Com Daniel Galera, Daniel Pellizzari, Clara Averbuck e André Czarnobai. Mediação: Cristiano Baldi

18h30- Farabute (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS). Bate-papo sobre poesia e latinidade conduzidos com cumbia, reggaeton e outros ritmos latinos. Com a banda Farabute

07/11 

20h-  Sarau Marginal: A Voz da Periferia (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS). Compartilhando poesias, pensamentos e leituras. Com o Coletivo Conceito Arte.

08/11 

14h – Painel de Direitos Humanos sobre povos indígenas, afrodescendentes, LGTB e Fase (Armazém Literário da Corag, Rua Caldas Júnior, 261) Promoção: Conselho Estadual de Educação. 

17h – Argentina – 40 Anos do Golpe: Memórias da Ditadura – Andrés Não Quer Dormir a Sesta (Cine Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028)

17h30 – Para sempre teu Caio F (Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – Um filme de Candé Salles com comentários do Diretor após a projeção

18h –  Memória Social: pesquisas e temas emergentes (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – A reflexão atual em Memória Social através de pesquisas realizadas no Brasil e no Canadá e também destacar os temas emergentes na área de Memória social em diferentes universidades brasileiras. Com Zilá Bernd, Cleusa Maria Gomes Greebin e Juracy Assmann Saraiva.
09/11 

17h – Sarau do lançamento da revista Palavra de Rua (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS). Lançamento da revista com poemas escritos por estudantes em situação de rua do EJA da Escola Porto Alegre. Com estudantes do EJA da Escola Porto Alegre

18h30 – Há de fato um quarto poder? (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223 CCCEV) – O papel da mídia na crise política. Com Paulo Henrique Amorim, Mino Carta e Adriano de Freixo

20h – Vagabundagem em pedaços (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS). Sarau da Cia Rústica que reúne poesia, dança, teatro e manifesto.

10/11 

17h – Todos querem ser Mujica (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223 CCCEV) – Crônicas da crise: jornalismo ou literatura? O papel do texto literário para compreender e transformar a realidade. Com Moisés Mendes, Flávio Ilha, Carlos André Moreira e Jorge Furtado

11/11 
17h – Sarau Literário de Mulheres (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) – Venham participar do Sarau das Mulheres, traga seus textos, poemas e escritos sobre mulheres e venha fazer a sua leitura junto com as autoras Lélia Almeida e Milena Weber.

17h – O que aprendi sendo xingado na Internet (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223 CCCEV) – Em um país polarizado, onde escolhas políticas parecem cada vez mais radicais, e as disputas se acirram diariamente, usar a internet para dar sua opinião pode ser uma tarefa desafiadora, e até perigosa. Com Leonardo Sakamoto. Apresentação de Maria Helena Ruduit. Com Libras

20h – Mulheres poetas e a travessia dos abismos (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) – Leitura de poemas de Adélia Prado, Hilda Hilst, da polonesa Wislawa Szymborska e da russa Marina Tsvetaeva, com a presença da voz e do violão de Otávio Segala. Com Cristina Macedo, Berenice Sica Lamas e Otávio Segala.

A pós-doutora em Serviço Social e autora de diversos livros Sarita Amaro também estará presente na feira (Foto Priscila Milán)

A pós-doutora em Serviço Social e autora de diversos livros Sarita Amaro também estará presente na feira (Foto Priscila Milán)

12/11 

14h30 – Leituras de História Cultural: Imprensa, memória e história do cinema (Verdes Anos,1984) (Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – As diferentes contribuições que a imprensa e a memória oral podem trazer ao fazer histórico. Com Alice Dubina Trusz, Glênio Nicola Póvoas, Miriam Rossini – Bate papo com o escritor  Júlio Posenato, apresentando o livro.

16h30 – Movimento Racismo Stop: caminhos à construção da igualdade racial (Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028) – O que é racismo, como ele acontece e como podemos superá-lo. Com Sarita Amaro

13/11 

12h – Domingos de Criação: Cultura cigana – a palavra não escrita (Praça de Autógrafos – Praça da Alfândega) – Dança e músicas típicas que retratam a vida cigana através da oralização dessa cultura milenar. Com Grupo Kumppania Bartalê

13h – Orquestra Jovem do RS e aprendizes do Pão dos Pobres (Praça de Autógrafos – Praça de Alfândega). Com Rosélia Araújo Viana.

14/11 

18h30 – Transe Poesia (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) – Uma ode aos bardos, uma milonga aos pajadores do Sul das Américas, algumas quadras aos trovadores e repentistas espalhados pelo mundo, um ‘evoé’ à todo artista da palavra, que conta a história poética, mitos e lendas de seu povo. Com Juçara Gaspar e Luciano Alves.

18h30 –  Entrevista aberta com Futhi Ntshingila: literatura sul-africana e o espaço da mulher no mercado editorial (Auditório Barbosa Lessa do  Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – R. dos Andradas, 1223 CCCEV) – A escritora Futhi Ntshingila vem da África do Sul ao Brasil para lançar seu romance “Sem gentileza” e conversa com a jornalista Priscila Pasko (Veredas) e a escritora Julia Dantas sobre a nova literatura africana, sobre a publicação de mulheres e sobre a vidas nas periferias durante o Apartheid. Confira nossa entrevista com a autora. 

15/11 

17h – Tributo à Édith Piaf (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS)- A cantora Tássia Minuzzo e o acordeonista Matheus Kleber fazem uma homenagem à Édith Piaf, que completou o seu centenário em 2015. O repertório remete à cultura francesa da época e à vivência da cantora nas ruas até o seu auge. Com Tássia Minuzzo e Matheus Kleber.

18h30 – O Homem Banda (Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) – Quando ao longe surge um harmonioso acordeon acompanhado de chocalhos, pratos, bumbos e apitos e imagina-se que aí vem a banda… E vem mesmo, mas não uma banda comum e sim uma banda inteira orquestrada apenas por um homem só!

19h30 – Circo na Feira (Praça da Alfândega) – O circo chegou! Artistas circenses da cidade interagem com o público da feira de maneira espontânea e divertida, utilizando técnicas circenses variadas.

Share Button

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

, ,