Foto: Louise Soares/Nonada
Foto: Louise Soares/Nonada

A cultura e os saberes são os nossos maiores valores

Somos artistas, técnicos, produtores, professores, comunicadores, conselheiros, pesquisadores, ex-conselheiros e gestores da cultura do Estado do Rio Grande do Sul. Reunimos vários coletivos culturais e diversos representantes das artes plásticas, da música, da poesia, do teatro, do cinema, do audiovisual, da dança, do circo, da arquitetura, da literatura, do design e da pesquisa acadêmica.

Entendemos que, em função das medidas anunciadas neste final de ano pelo governo estadual, as atividades artísticas, culturais e de geração de conhecimento do nosso estado estão sob grave ameaça. A extinção das Fundações dedicadas à cultura, à pesquisa e à comunicação, que prestam serviços da mais alta relevância à sociedade, colocam em risco o presente e o futuro de várias gerações. Estamos preocupados com o desenvolvimento humano e a identidade coletiva da sociedade gaúcha, que se constituiu por meio da diversidade cultural, pois sabemos que toda vez que a cultura é desprezada a barbárie se instaura.

Na área da cultura, por exemplo, a proposta de fundir a SEDAC com as pastas do turismo e do esporte representa um enorme retrocesso. Mas já houve uma significativa diminuição das verbas destinadas ao Fundo de Apoio à Cultura – FAC, excluindo da Lei anual que fixa o teto de renúncia via Sistema Pró-cultura R$ 6 milhões de reais conquistados desde 2013 – valor que atendia às Ações Especiais, uma conquista dos artistas e trabalhadores da cultura quando da aprovação da Lei 13.490/2010. Os editais de 2015 e 2016 do Fundo de Apoio à Cultura – FAC diminuíram no total e nos valores destinados aos projetos individuais, enquanto que a arrecadação ao FAC, via contrapartida, foi bem maior do que o valor disponibilizado aos projetos.

O resultado desse desinvestimento é o abandono da Casa de Cultura Mário Quintana e do Memorial do Rio Grande do Sul. O Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre e a Usina das Artes, por exemplo, assim como diversos espaços existentes nos municípios do interior do estado já estão enfrentando uma verdadeira calamidade cultural por seguirem essa mesma política do governo estadual.

A proibição da continuidade e fechamento do Condomínio Cênico do HPSP também simboliza o conjunto de ataques que a área da cultura vem sofrendo, assim como foi o fechamento do Centro Cenotécnico, que abraçou tantas produções artísticas do estado.

A TVE RS e a FM Cultura cumprem um papel central de divulgação e reconhecimento da diversidade cultural do nosso povo. Enquanto as emissoras privadas atendem aos interesses, sobretudo comerciais, as emissoras públicas garantem um importante espaço para as nossas expressões, eventos e manifestações artísticas e culturais. Sobretudo, os municípios do interior dependem em grande escala desses veículos públicos para a difusão das suas atividades e eventos. Pois é nessas emissoras que todos os segmentos artísticos e culturais da capital e do interior, populares e eruditos, encontram um espaço para expor os seus trabalhos, ideias e reflexões.

Nessas emissoras públicas também é possível por em prática um jornalismo reflexivo e aprofundado, cada vez mais raro em nossos dias. Além do mais, a Fundação Piratini possui um enorme acervo cultural e registro da memória do estado do Rio Grande do Sul, único, insubstituível e de valor incalculável, cujo destino é no mínimo temerário a se confirmar a sua extinção. Para nós, está claro que os serviços prestados pela TVE RS e FM Cultura têm um valor incalculável e que as suas grades de programações são insubstituíveis.

A interdição do Condomínio Cênico do HPSP é outro exemplo que revela o desconhecimento do valor do trabalho de diferentes grupos de teatro na mais antiga ocupação cultural do estado, sendo referência no país por 16 anos de construção da resistência de um povo, de forma inclusiva e descentralizada, e por ser um dos poucos polos de cultura na periferia da cidade de Porto Alegre. Além do valor imaterial gerado por milhares de atividades realizadas pelos grupos, reconhecidas nacional e internacionalmente, há também o valor material que deve ser ressaltado: as boas condições em que os prédios tombados como patrimônio histórico se encontram. Queremos que se cumpra a legalidade disponibilizando os espaços ociosos do estado, conforme preconiza o plano estadual de cultura promulgado por unanimidade pelo parlamento gaúcho em 2015.

A CORAG, além de repassar o seu lucro para os cofres do Estado, é a principal parceira do Instituto Estadual do Livro e das prefeituras do interior nas suas publicações ao longo da história. Portanto, acabar com a CORAG também é atingir a produção cultural do Rio Grande do Sul.

Por esses e muitos outros motivos, entendemos que o pacote de cortes proposto pelo atual governo estadual não reconhece a cultura, a arte, a pesquisa e a memória como essenciais para o desenvolvimento social, econômico e político do estado do Rio Grande do Sul. Além do mais, este pacote do atraso fere a dignidade dos trabalhadores da área da cultura e prejudica o sustento de suas famílias.

Neste sentido, nos dirigimos ao povo rio-grandense, aos governantes e aos deputados estaduais do Estado do Rio Grande do Sul, e reivindicamos:

— Pela manutenção da SEDAC RS.

— Pela manutenção da Fundação Cultural Piratini e o funcionamento da TVE RS e da FM Cultura.

— Pela manutenção do Condomínio Cênico do HPSP e dos espaços destinados à cultura no Estado do Rio Grande do Sul.

— Pela manutenção das Fundações de Cultura e Pesquisa: Fundação de Ciência e Tecnologia(Cientec); Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH); Fundação de Economia e Estatística (FEE); Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro); Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (Fepps); Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF); Fundação de Zoobotânica (FZB) e Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan).

A Constituição brasileira, no seu parágrafo 3º do artigo 215, destaca os direitos culturais regionais, ao afirmar que “O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais. […] A defesa e valorização do patrimônio cultural brasileiro […] A produção, promoção e difusão de bens culturais; […] A democratização do acesso aos bens de cultura. […] A valorização da diversidade étnica e regional”. Já a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais da Unesco, de 2005, da qual o Brasil faz parte, afirma que “De acordo com a Carta das Nações Unidas e com os princípios do direito internacional, os Estados têm o direito soberano de adotar medidas e políticas para a proteção e promoção da diversidade das expressões culturais em seus respectivos territórios. […] A diversidade cultural cria um mundo rico e variado que aumenta a gama de possibilidades e nutre as capacidades e valores humanos, constituindo, assim, um dos principais motores do desenvolvimento sustentável das comunidades, povos e nações […] Existe a necessidade de incorporar a cultura como elemento estratégico das políticas de desenvolvimento nacionais e internacionais, bem como da cooperação internacional para o desenvolvimento, e tendo igualmente em conta a Declaração do Milênio das Nações Unidas (2000), com sua ênfase na erradicação da pobreza. […] A necessidade de adotar medidas para proteger a diversidade das expressões culturais incluindo seus conteúdos, especialmente nas situações em que expressões culturais possam estar ameaçadas de extinção ou de grave deterioração”.

Dezembro de 2016

.oOo.

Assinam este manifesto (aberto para novas adesões):

Adriana Gonçalves Ferreira – Diretora de cinema – Bagé

Adriane Azevedo – Diretora de Produção

Adriano Roman – Ator, produtor e maquiador

Adroaldo Bauer Corrêa – Escritor e jornalista

Alberto Vermelho – Empresário, ator e bonequeiro

Alencar Porto – Gestor cultural e professor – Jaguarão

Alessandra Carvalho – Atriz e produtora (Povo da Rua Teatro de Grupo)

Alexandra Eckert – Artista visual, professora e ex-conselheira de Cultura

Alexandre César Moraes – Arquiteto e músico

Aline Aver Vanin – Professora

Aline Callegaro de Paula Bueno – Mestranda em Design Estratégico Unisinos, gestora cultural

Aline Job – Agente cultural

Alissa Gottfried – Artista e educadora popular (Ecoaecoa Coletivo)

Alpheu Godinho – Cineasta e escritor

Álvaro Santi – Poeta e músico

Amaro Abreu – Artista visual

Ana Albani de Carvalho – Historiadora da arte, curadora e professora IA UFRGS

Ana Boff de Godoy – Professora UFCSPA

Ana Carolina Pinheiro – Escritora e produtora cultural

Ana Cecilia de Carvalho Reckziegel – Atriz do UTA e professora de Teatro Dad/Ufrgs

Ana Flávia Baldisserotto – Artista visual, Coordenadora do coletivo A carroça, instrutora de Artes Plásticas do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre

Ana Lucia Lombardi – Produtora

Ananda Ferlauto – Fotógrafa

Anderson Moreira Sales – Ator

André Martinez – Pesquisador

Andrea Franco – Coreógrafa e bailarina

Andréa Lima – Professora de Artes e Gestora Cultural – Jaguarão

Anelisa Teles – Figurinista

Angel D’Lebed – Produtora cultural

Angélica Segui – Produtora cultural e jornalista

Antonia Chaves Barcellos Wallig – Arte-educadora e gestora cultural

Antonio David Cattani – Professor Titular de Sociologia/UFRGS

Antonio Osório da Rocha – Iluminador cênico

Aracy Graça Ernst – Professora

Arlete Cunha – Atriz

Auta Inês Luca d’Oliveira – Coordenadora da Associação Gaúcha de Arte-Educação, diretora de Teatro e professora

Barbara Maisonnave Arisi – Antropóloga e professora universitária UNILA

Bebeto Alves – Músico, cantor e compositor

Berenice Rodrigues- Arquiteta e urbanista

Betta Fernandez – Fotógrafa

Bibiana Mandagará – Produtora Audiovisual, Radialista e Conselheira Estadual de Cultura

Breno Serafini – escritor

Bruna Immich – Produtora, iluminadora e atriz, Grupo Trilho de Teatro Popular

Bruno Polidoro – Diretor de fotografia

Caio Martinez – Músico

Camila Gonzatto – Roteirista

Carla Cassapo – Atriz

Carlise Scalamato – Professora/UFSM

Carlos Cunha Filho – Ator e diretor

Carlos Gustavo Tenius –Escultor, professor do Instituto de Artes UFRGS

Carol Martins – Atriz e performer

Carolina Garcia – Atriz e produtora cultural

Carolina Pohlmann de Oliveira – Atriz

Caroline Falero – Atriz Grupo Trilho de Teatro Popular

Caroline Heck – Historiadora e servidora da UFRGS

Carolinne Caramão – Cantora, compositora, terapeuta holística

CEC RS e CMC Porto Alegre

Celina Alcantara – Atriz do UTA e professora de Teatro Dad/Ufrgs

Celina Cristina Verdum Cabrales – Professora

Celso Zanini – Músico e ator

Chris Ramirez – Produtora cultural

Cibele Donato – Atriz

Cícero Alvarez – Arquiteto, presidente Federação Nacional dos Arquitetos e ex-conselheiro do Conselho Estadual de Cultura RS

Cida Moreira – Cantora

Clairton Rosado – Doutorando em Música/UFRGS

Clarice Muller – Escritora

Claudete Maria Sbardelotto – Professora

Claudia Regina da Silva – Educadora, jornalista e arteterapeuta

Claudia Sbardelotto – Funcionária publica

Claudinho Pereira – Dj , produtor cultural e cineasta

Cláudio Levitan – Músico, compositor, arquiteto, escritor

Claudio Sander – Músico

Cleber Menezes – Diretor, Coreógrafo e locutor

Clô Barcellos – Designer e editora

Clotilde Sbardelotto – Designer editorial

Clóvis D Massa – Professor de Teatro Dad/Ufrgs

Cris Kessler – Atriz e locutora

Cristiano Laerton Goldschmidt – Professor UERGS e UNIASSELVI

Cristine Lima Zancani – Professora

Daisy Viola de Souza – Artista visual, pintora, intrutora de artes plásticas do Atelier Livre da prefeitura de Porto Alegre

Dani Rauen – Cantora

Daniel Christian – Músico

Daniel Dode – Montador e supervisor de pós-produção cinematográfica

Daniel Fraga de Castro – Professor e diretor teatral

Daniel Furtado – Ator, diretor e professor de teatro

Daniel Furtado – Ator, diretor e professor de teatro

Daniel Gustavo – Grupo Trilho de Teatro Popular

Daniela Távora – Artista visual

Daniele Zill – Bailarina, diretora e produtora da Companhia de dança flamenca Del Puerto

Davi Boaventura – Escritor

Deborah Finocchiaro – Atriz

Decio Antunes – Dramaturgo e encenador

Decio Presser – Galerista e jornalista

Dedé Ribeiro – Produtora e dramaturga

Denis Cruz – Ator e cuidador social (Povo da Rua Teatro de Grupo)

Dênis Moreira –  Empresário, ator e bonequeiro

Denise Viana Pereira – Gestora Cultural

Denisson Beretta Gargione – Ator Companhia KHAOS Cênica – Canoas/RS

Desirée Pessoa – Diretora e atriz/performer

Diego Petrarca – Escritor e professor de Literatura

Dinorah Araújo – atriz, jornalista e produtora cultural

Drigo Tavares – Produtor Audiovisual

Éder Rosa – Ator e acrobata

Edgar Vasques- Artista gráfico, ex-conselheiro do CEC, ex-delegado à Câmara Setorial das Artes Visuais do MINC

Edilaine Machado Ricardo – Atriz do UTA e professora de Teatro

Edimar Blazina – Jornalista

Edson Gandolfi – Diretor e roteirista

Eduardo Cabeda – Roteirista e diretor

Eduardo Schmidt – Ator e músico, Santo Qoletivo

Eleonora Maria Lampert Fabre Miranda – Artista visual, arquiteta, escultora, instrutora de artes plásticas do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre

Elisa Heidrich – Atriz, Grupo Cerco e Depósito de Teatro

Elisabeth Bado – Bonequeira Teatro de animação na Serra Gaúcha

Elojac – Músico

Élvio Vargas – Poeta

Enid Backes – Socióloga

Ercília Ana Cazarin – Professora

Ernesto Fagundes – Músico

Esdras Bedai – Músico

Estela Galmarino – Historiadora

Fabiane Tejada da Silveira – Professora do centro de artes da Ufpel

Fábio Castilhos – Ator

Fábio Cunha – Ator e presidente do SATED-RS

Fábio Rangel – Ator

Fabricio de Albuquerque Sortica – Diretor de cinema, ex-Conselheiro do Conselho Estadual de Cultura RS

Fabrício Simões Machado – Iiluminador e fotógrafo.

Felipe Azevedo – Músico, produtor cultural e educador musical

Felipe Fiorenza Nunes – Ator e educador popular (Povo da Rua Teatro de Grupo e Ecoaecoa Coletivo)

Fernanda Fernandes – Atriz e professora

Fernanda Lenzi – Artista visual

Fernando Corona – Músico

Fernando Costa – Operador cinematográfico

Franciele Machado de Aguiar – Atriz

Frederico Pinto – Diretor e roteirista

Frederico Restori – Ator e montador cinematográfico

Frederico Ruas – Cineasta

Frinéia Zamin – Historiadora

Gabriela Boccardi Mendes – Atriz

Gabriela Chaves – Atriz, cantora e performer

Gabriela Greco – Atriz e professora de teatro

Gabriela Maia – Bailarina

Giba Assis Brasil – Cineasta e professor

Gilberto Herschdorfer – Produtor cinematográfico / conselheiro estadual de cultura

Gilberto Icle – Ator, diretor do UTA e professor de Teatro Faced/Ufrgs

Gina O’Donnell – Produtora

Giovani Borba – Produtor cultural de Porto Alegre

Giovanna Zottis – Atriz

Giovanni Berti – Músico

Gisela Habeyche – Atriz e professora de Teatro Dad/Ufrgs

Glaci Borges Borges – Jornalista e Produtora da Fundação Ecarta

Glaci Braga – Produtora cultural

Graça Craidy – Artista plástica

Graziela de Castro Saraiva – Atriz-bonequeira

Guilherme Cassel – Escritor

Guilherme Castro – Cineasta

Hamilton Braga – Gestor Cultural e professor, ex-Conselheiro Estadual de Cultura e ex-Conselheiro e Vice-Presidente do Conselho Estadual de Educação

Helena Kanaan – Artista plástica e professora UFRGS

Heloisa Helena Salazar Peres – Artista da dança, produtora cultural, ex presidente da ASGADAN, do

Henrique Martins Veber – Artista e Editor – Entreverbo – Secretário Colegiado Setorial Livro, Leitura e Literatura Canoas/RS

Ian Ramil – Músico

Inês A Marocco – Professora, pesquisadora e diretora teatral, Grupo Cerco

Isandria Fermiano – Atriz e diretora de teatro, artista de rua, integrante do Grupo Cerco

Ismael Caneppele – Escritor e documentarista

Ivania Kunzler – Artista

Jacqueline Custódio – Ex-conselheira do CEC, coordenadora do Colegiado Setorial Regional da Memória e Patrimônio e titular do Colegiado Setorial Nacional do Patrimônio Material

Jaime Rodrigues – Urbanista e historiador

Janaína Falcão – Artista visual

Janaína Nazzari Gomes – Professora de francês, membro do Conselho de administração do Centre de la francophonie des Amériques

Jards Macalé – Músico

Jéferson Assumção – Escritor

Jeferson de Oliveira Cabral – Ator

Jéssica Balbuena – Produtora e Produtora Executiva

João França –  Ator e locutor

João Pedro Decarli – Ator Companhia KHAOS Cênica

Joel Fraga – Consultor de previdência

Jorge Evangelista – Arquiteto e Urbanista

José Adão Barbosa – Ator e professor

José Antônio Silva – Jornalista, poeta e escritor

José Newton Ribeiro Canabarro – Professor de artes aposentado, ator de teatro, cinema e roteirista – Santana do Livramento

José Reis – Cientista político e funcionário público

José Renato de O. Barcelos – Advogado mestre em Direito Público

Juan Gabriel Dias – Ator Companhia KHAOS Cênica

Jussara Dutra – Psicóloga e Gastrônoma

Karine Paz – Atriz e diretora teatral

Karrah – Técnico em Espetáculos na PMPA

Kátia Costa – Artista visual Associação Chico Lisboa e Atelier de Arte Plano B

Kayan Mostardeiro – Palhaço e ator grupo TIA

Kayan Vieira Mostardeiro – Ator palhaçaria do grupo Circo Enquanto tiver Amor – Membro do Colegiado setorial do Teatro e Circo Canoas/RS

Kiko Ferraz – Produtor de som

Laura Backes – Professora e artista

Lauren Hartz Rosa – Atriz Companhia KHAOS Cênica – Canoas/RS

Leandro Dóro – Cartunista e jornalista

Lélia Almeida – Escritora

Leniza Vieira Coelho – Professora, artista plástica, arquiteta e urbanista – Santana do Livramento

Leo Peralte – Ator e performer

Leonardo Melgarejo – Engenheiro Agrícola, doutor em engenharia e presidente da AGAPAN

Letícia de Cássia – Gestora cultural e professora

Leticia Kleemann Kruze – Atriz

Letícia Korpalski Dornelles – Maquiadora

Lidia Fabricio – Arquiteta e artista plástica

Lisiane Cohen – Diretora

Lívia Biasotto – Administradora, produtora cultural e mestranda PROPUR-UFRGS

Lívia Perrone Pires – Atriz e produtora cultural

Loíze Aurélio – Assessoria de Comunicação da UBM RS

Lucas Jaskulski Luz – Produtor cultural

Lucas Levitan – Ilustrador

Lucas Strey – Escultor e Conselheiro Estadual de Cultura

Luciana Delacroix – Criadora e produtora visual

Luciane Cabeda – Educadora musical

Luciano Fedozzi – Sociólogo, professor UFRGS

Luciano Fernandes – Ator, circense, presidente da casa do artista, diretor de circo do SATED e Conselho Estadual de Cultura

Luciano Wieser – Diretor e ator Grupo de teatro De Pernas pro Ar – Colegiado Setorial de Teatro e Circo de Canoas/RS – Rede Brasileira de Teatro de Rua

Lucimar Fatima Siqueira – Geógrafa, Doutoranda em Planejamento Urbano e Regional UFRGS e membro da equipe do Observatório das Metrópoles (Porto Alegre)

Luis Antonio Gomes – Editor

Luís Mauro Vianna – Músico

Luise Bressolin Produtora – Diretora, empresária e videomaker

Luiz Alberto Cassol – Cineasta e cineclubista

Luiz Eduardo Achutti – Fotógrafo e professor do Instituto de Artes UFRGS

Luiz Paulo Vasconcellos – Ator, diretor e professor

Luiz Silveira – Jornalista

Lurdes Eloy – Atriz

Luzia Ainhoren – Atriz

Maíra Coelho – Diretora de arte em audiovisual e teatro

Manoela Wunderlich – Atriz e produtora, Grupo Cerco

Manuela Albrecht – Atriz e performer

Marcelo Militão – Palhaço ator e fundador do grupo TIA Mariana Abreu Palhaça atriz e produtora no grupo TIA

Marcelo Peixe – Motion designer

Marcelo Restori – Diretor de teatro e cineasta

Márcio Lorek – Produtor multimídia

Marco Nedeff – Fotógrafo

Marcos Borba – Jornalista

Marga Ferreira – Iluminadora

Maria Aparecida Herok – Gestora cultural

Maria Cristina Leandro Ferreira – Professora

Maria Luci leite – Professora e coordenadora do Colegiado setorial Livro, Leitura e literatura de Canoas/RS

Marina Kerber – Artista audiovisual

Mário Ferrolho – Músico e palhaço no grupo TIA

Mário Henrique Abreu – Ator Grupo TIA de teatro; Músico e Presidente da Associação dos Integrantes de Bandas Independentes de Canoas

Mario Pirata – Poeta, músico

Marlova Aseff – Tradutora e pesquisadora

Martina Fröhlich – Atriz Grupo Cerco e Bloco da Laje

Mateus Ceni de Oliveira – Coordenador do Instituto Cadê Zumbi?

Mateus Salviano – Generalista 3D

Mauricio Guzinski – ator, diretor e professor de teatro

Miguel da Costa Franco – Roteirista e escritor

Milton Ribeiro – Jornalista

Mimmo Ferreira – Percussionista, compositor, educador social, livre pesquisador

Miriam Galbinsky Tolpolar – Artista visual, gravadora diretora do Atelier Livre da prefeitura de Porto Alegre

Mônica Zielinsky – Historiadora da arte, curadora, professora do Instituto de Artes UFRGS

Nelly Debastiani- Atriz coordenadora do colegiado setorial de Artes visuais de Canoas/RS

Nelson Coelho de Castro – Músico e compositor

Nelson Roberto Haas – Teatro de animação na Serra Gaúcha

Nereo Mendes – Assistente de produção cultural – Santana do Livramento

Néstor Monasterio – Ator e diretor de teatro

Nize Dutra – Atriz e performer

Pablo Corroche – Professor e ator

Paula Mastroberti – Professora do Instituto de Artes da UFRGS, artista gráfica e escritora

Paula Martins – Diretora, roteirista e produtora audiovisual

Paulo Balardim – Professor Curso de Licenciatura em Teatro e do Programa de Pós-Graduação em Teatro da Udesc-Universidade do Estado de Santa Catarina

Paulo César Teixeira – Escritor e jornalista

Paulo Gaiger – Músico e professor, Coordenador Projeto de Pesquisa Gênero e Teatro Universidade Federal de Pelotas – UFPel

Paulo Roberto Farias – Ator, Grupo Oigale e ATO Cia. Cênica

Paulo Tedesco – Consultor editorial e escritor

Pedro de Lima Marques – Cineasta

Pedro Luiz Coelho Araujo – Gestor Cultural, músico, compositor, Coordenador da Associação Amigos do Patrimônio Histórico de Sant’Ana do Livramento – RS

Pedro Vasconcellos – Gestor cultural Agência Mobilis

Philipe Philippsen – Ator, músico e artista de rua, integrante do Grupo Cerco

Pitti Sgarbi – Atriz

Priscila Guerra – Produtora de cinema

Rafael Geber Andreazza – Produtor audiovisual – Pelotas

Rafael Guimaraens- Escritor e jornalista

Rafael Martins Trombetta – Administrador

Rafael Passos – Arquiteto e urbanista

Rafael Roso Berlezi – Músico e artista visual

Ramon Ortiz de Souza – Ator, comediante, malabarista – NECITRA

Raphaela Donaduce Flores – Jornalista. Assessora de imprensa da área da cultura. Sócia da Dona Flor Comunicação

Raquel Durigon – Atriz Grupo de teatro De Pernas pro Ar – Colegiado Setorial de Teatro e Circo de Canoas/RS – Rede Brasileira de Teatro de Rua

Raul Ellwanger – Compositor e ativista de Direitos Humanos

Regius Brandão – Ator, diretor e produtor

Rejane Zilles – Cineasta

Renata de Lélis – Atriz, bailarina, professora e produtora cultural

Ricardo Almeida – Gestor de projetos e militante do movimento Fronteiras Culturais

Ricardo Bordin – Professor e músico

Ricardo Freitas – Secretário de Cultura de Rio Grande/RS

Ricardo Rabeno – Arquiteto e urbanista

Ricardo Silvestrin – Poeta

Ricardo Stricher – Fotógrafo

Rita Mauricio – Atriz e bonequeira

Rochelle Silveira – Atriz (Povo da Rua Teatro de Grupo)

Rodrigo Ferreira – Ator Companhia KHAOS Cênica

Rodrigo Sacco Teixeira – Ator e performer

Rogerio dos Santos Colpes – Assistente legislativo da Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Ronaldo Martins Botelho – Assessor de comunicação (Canoas)

Rosane de Almeida Scherer – Jornalista e produtora cultural

Rosane Furtado – Produtora cultural

Rose Canal – atriz

Rozane Dalsasso – Professora e ativista cultural

Samuel Oliveira – Professor, ator e performer

Sandra Carmerini Corrêa Vieira – Presidente do Conselho Municipal de Cultura de Pelotas

Sandra Dani – Atriz

Sandra Mello Narcizo – Produtora Cultural e Professora

Santiago Neltair Abreu – Cartunista

Shirley Rosário- Diretora e iluminadora do UTA

Silvia Canarim – Bailarina, coreógrafa e professora de Dança Mestranda no Programa de Pós graduação em Artes Cênicas da UFRGS

Simone Lersch – Gestora cultural

Sofia Cavedon – Vereadora de Porto Alegre

Sofia Militão – Atriz e palhaça no grupo TIA

Suzane da Rosa Wonghon – Artista visual

Svendla Chaves – Jornalista

Tânia Farias – Atriz

Tatiana Nequete – Diretora e roteirista

Tatiana Simon Bastos – Produtora Cultural

Tayhú Durigon Wieser – Ator Grupo de teatro DE PERNAS PRO AR

Thainan da Silva Rocha – Ator

Thiago Pirajira- Ator e diretor nos grupos UTA e Pretagô, professor de Teatro

Ursula Collischonn – Atriz e cantora

Vado Vergara – Produtor

Valéria Verba – Diretora de arte e Ex-Conselheira Estadual de Cultura do RS

Vanda Bress – Atriz e performer

Vanessa Berg – Designer de moda

Vera Pellin – Produtora, designer e professora do atelier livre

Vicente Goulart – Iluminador e striper

Victor D’Alcantara – Fotógrafo

Vitor Ortiz – Gestor cultural e ex-secretário da Cultura de Porto Alegre e ex-secretário-executivo do MINC

Vivian Nickel – Professora

Vivian Schäfer – Diretora de produção

Viviane Juguero – Dramaturga, atriz e educadora

Wagner Madeira – Ator

Wilson Furtado Cavalcante – Artista visual, gravador, desenhista Instrutor de Artes Plásticas do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre

Zé Caradípia – Músico

Zuleika Escobar – Roteirista e produtora cultural

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments