É neste período do ano, durante as férias de verão, quando a correria dá um tempo e a gente respira com mais calma, que o Veredas repensa seus próximos passos. Sendo assim, concluí que o Prêmio Veredas para Literatura de Autoria Feminina: edição Carmen da Silva será suspenso. A decisão vem de forma leve, tranquila e confiante.

Desde o lançamento do concurso, tenho me articulado e estudado possibilidades de promovê-lo. Contei com o apoio fundamental de Aline Vanin, Camila Doval, Gabriela Silva e Moema Vilela, que integrariam a comissão do concurso, além do incentivo inicial da escritora e pesquisadora Lélia Almeida.

Contudo, com o passar dos meses, percebi – talvez tardiamente – que o evento exigiria tempo, muito tempo, algo que eu não teria para dar. São questões burocráticas, inscrições, acolhida dos livros e reuniões com juradas, apenas para citar algumas atividades. O volume de trabalho advindo em função disso extrapola a capacidade atual do Veredas de promover o concurso. Além disso, o Prêmio Veredas não contaria com nenhum tipo de apoio financeiro, portanto, sem condições de remunerar as juradas e as escritoras contempladas – a premiação seria simbólica.

Mesmo assim, a suspensão em virtude da demanda de trabalho revela que o prêmio teve uma receptividade muito maior a que eu esperava, o que me deixa feliz e incentiva a continuar trabalhando pela literatura de autoria feminina.  O Veredas é um blog independente que não conta com recursos próprios. As matérias e entrevistas são resultado da minha paixão pela literatura de autoria feminina aliada ao suporte inestimável do Nonada.

O foco do Veredas continuará sendo o seu conteúdo e os eventos realizados (cada vez mais!) em parceria com entidades culturais. Em breve, serão divulgados aqui no blog atividades que atendem a essas propostas, todas maravilhosas e inspiradoras <3 Tudo indica que o ano de 2017 vai ser pequeno para o Veredas e para a literatura produzida por mulheres.

Meu agradecimento a todas e a todos que apoiaram o concurso e que seguem acreditando neste blog.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixar um comentário

Não há comentários nessa página ainda. Vamos começar essa conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *