O Nonada – Jornalismo Travessia, o Jornalismo B e a Anú – Laboratório de Jornalismo Social acabam de lançar em conjunto o primeiro concurso de reportagem promovido por mídias alternativas do Rio Grande do Sul. A iniciativa vai premiar reportagens inéditas em texto nas categorias Direitos Humanos e Cultura. O objetivo é incentivar a produção jornalística independente e com foco em questões sociais.

Três reportagens serão selecionadas e publicadas nos veículos organizadores. Os autores ou grupo de autores selecionados receberão, cada um, premiação em dinheiro no valor de R$ 350. A proposta é financiada pelo Fundo de Apoio à Mídia Alternativa do RS, iniciativa criada pelo Nonada no início de 2017 com o objetivo de contribuir para o crescimento do jornalismo independente e alternativo, sem financiamento empresarial ou partidário.

As inscrições já podem ser realizadas a partir deste link: https://goo.gl/forms/3L4F9En6TrWrnUPm2

Regulamento

O concurso de reportagem da mídia alternativa/RS  destina-se a incentivar a realização de reportagens em texto voltadas a questões relativas aos direitos humanos e à cultura brasileira. O concurso é uma realização da Anú – Laboratório de Jornalismo Alternativo, do Jornalismo B e do Nonada – Jornalismo Travessia.

Três reportagens serão selecionadas e publicadas nos veículos organizadores. Os autores ou grupo de autores receberão, cada um, premiação em dinheiro no valor de R$ 350, com recursos retirados do Fundo de Apoio à Mídia Alternativa do RS.

Categorias

Serão selecionadas duas reportagens na categoria Direitos Humanos, a serem publicadas na Anú – Laboratório de Jornalismo Social e no site do Jornalismo B; e uma reportagem na categoria Cultura, a ser publicada no Nonada – Jornalismo Travessia.

Compreendem a categoria Direitos Humanos reportagens que abordem temas como a luta pela moradia; imigração; meio ambiente e conflitos no campo; feminismo; gênero e sexualidade; empoderamento negro; direitos das pessoas com deficiência e direito ao trabalho.

Compreendem a categoria Cultura reportagens que abordem temas como produções artísticas e seus sujeitos; culturas populares, indígenas, quilombolas e de outras comunidades tradicionais; patrimônio arqueológico, material ou imaterial; políticas culturais; acessibilidade cultural; artivismo.

Inscrições

As inscrições ocorrem até às 23h59 do dia 16 de dezembro de 2017.

  • Podem se inscrever brasileiros ou estrangeiros residentes no Rio Grande do Sul há mais de um ano, sem limite de inscrições por pessoa
  • Cada reportagem pode ser assinada por mais de um autor
  • As inscrições serão realizadas exclusivamente por meio deste link
  • Serão aceitos textos apenas no formato PDF
  • Não é necessária a formação em jornalismo

Avaliação e Premiação

As reportagens premiadas serão escolhidas por representantes dos três veículos responsáveis pelo concurso. Cada texto premiado deverá ser publicado em um dos veículos, seguindo a distribuição escolhida pelos organizadores. As três reportagens selecionadas receberão também um prêmio em dinheiro no valor de R$ 350 cada. Os textos estarão sujeitos à edição e possíveis adaptações solicitadas pela organização.

Fundo de Apoio à Mídia Alternativa

O Fundo de Apoio à Mídia Alternativa é uma iniciativa criada pelo Nonada – Jornalismo Travessia, com o objetivo de contribuir para o crescimento do jornalismo independente, sem financiamento empresarial ou partidário. Os recursos são destinados ao incentivo de atividades relativas à mídia alternativa e comunitária do Rio Grande do Sul. Atividades contempladas:

  1. Eventos e projetos promovidos em conjunto por mídias alternativas do RS
  2. Editais de apoio a novos veículos alternativos e comunitários
  3. Concursos de reportagem

O fundo aceita doações de pessoas físicas e organizações sem fins lucrativos. Mais informações pelo email nonada@nonada.com.br

 

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments