Milhares de brasileiros foram às ruas nessa quarta-feira (15), no primeiro ato nacional contra o governo de Bolsonaro. Convocado pela União Nacional dos Estudantes e apoiado por entidades de classe e movimentos sociais, os atos tiveram como mote o corte de 30% nos investimentos no Ensino Superior público, que foi precedido por falas do ministro da Educação, o olavista Abraham Weintraub, que acusou universidades de promoverem “balbúrdia”, em uma retórica contra as áreas de ciências sociais e humanidades. As falas das lideranças manifestaram repúdio ao governo, apoio à Ciência e à Educação e também foram contra a reforma da Previdência.

Em Porto Alegre, a manifestação ocorreu durante todo o dia, com maior adesão no ato das 18h. Liderados pelos movimentos estudantes, os estudantes saíram do pátio da Faculdade de Educação até a Esquina Democrática, onde se encontraram com com outros manifestantes. O ato reuniu milhares de pessoas.

Confira abaixo a fotorreportagem de Carol Ferraz:

Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada