A Feira do Livro de Porto Alegre chega à sua 65ª edição com um posicionamento pela valorização da ciência, da cultura e do conhecido. Embora a campanha publicitária não aborde de forma mais definida a defesa pelo conhecimento e pela diversidade – algo essencial para qualquer instituição cultural em tempos de obscurantismo -, a programação deste ano reflete anseios progressistas, finalmente trazendo mais autores locais negros nas atividades principais.

Com tantas atividades previstas para os 17 dias de Feira, o Nonada – Jornalismo Travessia preparou um roteiro com indicações de mesas que nós pretendemos acompanhar: afrofuturismo, ambientalismo, literatura fantástica, bibliotecas comunitárias e homenagens a autores como Oliveira Silveira estarão em pauta. Além disso, Mariana Travacio, Laurentino Gomes, Djaimilia Pereira de Almeida e Caren Miesenberger são alguns dos autores que chegam por aqui. Destaque para a programação infantojuvenil, que traz nomes como Daniel Munduruku e Sonia Rosa, imperdível também para os adultos.

1 de novembro

Cordelteca Cordelteca da Biblioteca Moacyr Scliar

Espaço Cultural dos Correios, Praça da Alfândega R. Siqueira Campos, 2529

2 de novembro

11h – Free Walk especial de Arquitetura e Urbanismo

Ponto de encontro: estátua no centro da Praça da Alfândega – Monumento ao General Osório

15 – A arte combate a injustiça?

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A discussão vem e vai. Escultura, gravura e literatura servem para combater a injustiça social ou se faz isso apenas com ciência e política? Com Maria Tomaselli, Antonio Gerbase e Gustavo Nackle.

16h30 – Cidade, imaginário e cotidiano.

De 2013 no Brasil aos coletes amarelos franceses. Juremir Machado da Silva, Philippe Joron,Vincenzo Susca e Fabio La Rocca.

3 de novembro

14h – Adestrando monstros

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A literatura de terror hoje. Com Irka Barrios, Gustavo Melo Czekster e Daniel Gruber.

16h – Quem manda no campo literário?

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Parâmetros de qualidade e sucesso em literatura. Com Juremir Machado da Silva, Luiz Maurício Azevedo e Luís Gomes.

16h30 – Uma história da escravidão no Brasil

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Do primeiro leilão de cativos africanos em Portugal à morte de Zumbi dos Palmares: a saga que transformou o Brasil no maior território escravista das Américas, destino de quase cinco milhões de africanos escravizados ao longo de 350 anos. Com Laurentino Gomes com mediação de Carlos André Moreira.

4 de novembro

10h30 – Encontro com Autor – José Falero

Auditório do Memorial do RS, R. 7 de Setembro, 1020

17h – Lançamento da Frente Parlamentar Mista do Livro, da Leitura e da Escrita, do Congresso Nacional, com a deputada Fernanda Melchionna e convidados

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

18h30 – Quando os traumas brasileiros viram literatura

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Apoiada em nomes envolvidos com movimentos sociais e que levam esta vivência para seus textos, a mesa vai revisitar as cicatrizes do Brasil e analisar de que modo a nossa história vira narrativa. Com Júlia Dantas, Fernanda Bastos e Henrique Schneider.

5 de novembro

Valéria (divulgação)

15h30 – Encontro com Autor – Ronald Augusto

Ateliê da Imagem, Praça da Alfândega

16h – LGBTQI+

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Vivências afetivo-sexuais instabilizadas em tempos sombrios. Com Jandiro Adriano Koch e Valéria Barcellos.

18h – Biografia Nelson Gonçalves- O Rei da boemia

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

O Rei do Rádio. Com Cristiano Bastos, o músico João de Almeida Neto, intérprete de Nelson, e Eloina Ferraz, um dos amores do cantor.

6 de novembro

15h – Agrotóxicos, agronegócio e crimes ambientais na era da pós-verdade

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

O cenário ambiental brasileiro em uma perspectiva crítica no que se refere às relações entre o agronegócio e o meio ambiente. Com José Renato de Oliveira Barcelos, Mônica Meira e mediação de Roberto Rebés Abreu.

15h30 – Oficina – Ninho de haicais. Rompendo a casca dos versos

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Oficina de leitura e criação com Laís Chaffe, a partir de livros como “Ninho de haicais”, de Maria Valéria Rezende. Inscrições – Pela plataforma Sympla, ferramenta que disponibiliza metade da lotação da sala; pelo e-mail oficinas@camaradolivro.com.br ou presencial, de segunda a segunda, das 13h30 às 19h, no 2º andar do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223, Porto Alegre-RS).

16h30 – Carvão e meio ambiente

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Exposição de temas que envolvem impactos da exploração e uso do carvão e seu monitoramento, abordando aspectos do ambiente e da sociedade. Com Lavínia Schüler Faccini, Gerhard Ernst Overbeck e mediação de Heinrich Hasenack

18h – Presença argentina na Feira do Livro: Mariana Travacio

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Atmosferas e tensões nas literaturas brasileira e argentina. Com Mediação de Irka Barrios.

18h – Sarau do Mulherio das Letras RS

Tenda das Mil e Uma Histórias, Praça da Alfândega

Mediação: Laís Chaffe. Apoio: Mulherio das Letras/RS Casa Verde Cidade Poema.

18h30 – Comunicação pública – desafios e perspectivas, memórias e depoimentos

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A importância da comunicação pública no RS e no Brasil com ênfase à memória da Fundação Piratini (TVE e Rádio FM Cultura) e ao processo sofrido por anos de luta dos servidores contra o seu desmantelamento até a sua extinção (2018). Com Nádia M.Weber Santos, Newton Silva, M. Helena Weber e Leandro Maia.

7 de novembro

Caren Miesenberger (divulgação)

17h – Arejando o Cânone – 20 anos sem Cabral

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Edição especial do ciclo Arejando o Cânone, promovido pelo Instituto de Cultura da PUCRS, sobre a obra do poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto (1920-1999), com leitura e análise de poemas. Com Diego Grando.

18h – Presença alemã na Feira do Livro: Caren Miesenberger. Resistência feminista nas mídias brasileira e alemã

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Jornalismo de quem e para quem? Representatividade e diversidade no jornalismo. Mediação Carol Anchieta.

18h30 – A palavra essencial: sobre Poesia e Poetas

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Adélia Prado, por Altair Martins

8 de novembro

18h30 – A palavra essencial: sobre Poesia e Poetas

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Gabriela Mistral, por Janaína Baladão de Aguiar.

18h30 – Encontro do clube de leitura Leia Mulheres (Gravataí)

Biblioteca Moacyr Scliar, Memorial do Rio Grande do Sul R. 7 de Setembro, 1020

Obra-base: Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis, de Jarid Arraes

9 de novembro

15h – Sarau Minuano

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Vencedores do Prêmio Minuano farão a leitura de trechos de suas obras.

16h30 – Presença argentina na Feira do Livro: Liliana Heer

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A escritora e psicanalista, muito além de contar histórias, toma a linguagem como experiência em relatos próximos à poesia e à imagem cinematográfica. Leitura de textos pela autora e participação de Juarez Guedes Cruz e Monique Revillon.

10 de novembro

16h30 – O Ressignificar através da Arte, oficina com o coletivo TransFormArte (Cachoeirinha)

Ateliê da Imagem, Praça da Alfândega

17h – Oficina – Mulheres que dão medo

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Terror, gótico e mistério na literatura de mulheres. Com Lélia Almeida.

Inscrições – Pela plataforma Sympla, ferramenta que disponibiliza metade da lotação da sala; pelo e-mail oficinas@camaradolivro.com.br ou presencial, de segunda a segunda, das 13h30 às 19h, no 2º andar do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223, Porto Alegre-RS).

11 de novembro

Daniel Munduruku (Otávio Fortes/CRL)

14h – Que são bibliotecas comunitárias?

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Um relato de experiência com a bibliotecária Priscila de Queiroz Macedo e a produtora cultural Sônia Zanchetta, do coletivo Redes de Leitura – Bibliotecas Comunitárias do RS. Com Sônia Zanchetta e Priscila Macedo.

15h30 – Afrofuturismo: tecnologia e ancestralidade, palestra com Poliana Corrêa

Arena Inovação, Praça da Alfândega R. Siqueira Campos, 2529

Público: alunos do Ensino Médio e outros interessados

18h – Representantividade e negritude no mercado de tecnologia, palestra com Afrotech Brasil

Arena Inovação, Praça da Alfândega R. Siqueira Campos, 2529

20h – O Autor no Palco com Lilian Rocha

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

12 de novembro

15h30 – O Autor no Palco com Daniel Munduruku

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

18h – Territórios de Kehinde

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

O livro “Um Defeito de Cor” é seta dos encontros do território Kehinde, no Programa Educativo da Bienal 12. Trechos do livro serão declamados e as palavras e a personagem Kehinde estarão presentes nesse encontro de afeto e homenagem à obra que dá novas leituras a Mulheres, Raças e Brasis. Com Ana Maria Gonçalves, Iziz Abreu, Dedy Ricardo e Igor Simões.

19h30 – Ciclo A Hora do Educador A Literatura dos povos indígenas com Daniel Munduruku e Yaguarê Yamã

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

Mediação: Rodrigon Venzon

13 de novembro

16h30 – O direito à autodeterminação dos povos e a questão indígena na era da pós-verdade

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A questão indígena no Brasil contemporâneo em uma perspectiva crítica no âmbito do direito à autodeterminação desses povos, garantida por tratados internacionais e mandamentos constitucionais. Com Cacique Timóteo Karaí, Leonardo Melgarejo, Verena Glass e Silvio Fiovarante Jardim.

18h – Paletó e eu

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Aparecida Vilaça, antropóloga e escritora, traça, através dos Wari’, um panorama da realidade indígena no Brasil, numa narrativa de memórias de um convívio com a tribo e com seu “pai” indígena, Paletó. Com Aparecida Vilaça e Luís Augusto Fischer.

18h – Imperador – eu teria tanta coisa pra dizer

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

Os sessenta anos da escola de samba mais popular de Porto Alegre em histórias de luta e resistência pelo samba, pela negritude e pela cultura popular. Com Vinicius Brito, Éder de Barros e Helena Cattani.

18h30 – Ciclo Inclusivo

Estação da Acessibilidade, Praça da Alfândega

Epilepsia, cannabis medicinal e qualidade de vida, roda de conversa com Marina Davoglio Tolotti e Tárcia Rita Davoglio; Pscicologas

14 de novembro

9h – Sessão de autógrafos do livro Memórias de trabalho e não trabalho quilombolas (Porto Alegre)

Praça de Autógrafos, Praça da Alfândega, s/nº – Centro Histórico

14h – O Autor no Palco com Sonia Rosa

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

14h – Encontro com Autor – Cidinha da Silva

Auditório da Livraria Paulinas, R. dos Andradas, 1212

14h30 – Memória e Patrimônio: narratividade, rememoração e reminiscência

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Um análise das relações entre Memória e Patrimônio, assim como das semelhanças e diferenças entre os conceitos de rememoração e reminiscência. Com Cleusa Graebin, Zila Bernd,Tanira Soares e Juracy Assmann Saraiva.

16h30 – A história da vida de José Lutzenberger

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Lutz, o grande ambientalista do Brasil, apresentado em romance histórico escrito por 15 autores (Die Lebensgeschichte von José Lutzenberger, des grossen Umweltschützers Brasiliens). Com Alcy Cheuiche, Olívio Dutra, Lilly Lutzenberger, Lara Lutzenberger e Marcelo Carrión.

17h – Poesia salva vidas, se poetas unem versos

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

Coletivo de poesia (Uni)verso, há 1 ano na rua, leva a poesia marginal a bares, escolas, eventos culturais, unindo versos para mudar vidas.

15 de novembro

Oliveira Silveira (reproduçao)

16h – Anna O. e o mal-estar na sociedade contemporânea

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Hoje, o que que Freud dizia acerca do mal-estar dotou novas formas de manifestação, tema da revista Anna O. e de debate. Com Marcela Villavella, Lúcia Bins Ely, Ryana Gonçalves, Cíntia Lang com mediação de Eliane Marques.

17h – Poema sobre Palmares, de Oliveira Silveira

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Leituras dramáticas realizadas pelo Coletivo Sopapo Poético e por membros da Associação Negra de Cultura (ANdC). Com Lilian Rose M. da Rocha, Vladimir Rodrigues, Fátima Regina Farias, Kyzzy Barcelos Barbosa Rodrigues, Marieta Silveira, Jorge Fróes, Sidnei Borges, Pâmela Amaro e Naiara Silveira.

17h – Mugido

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

Leituras e comentários. Com Marília Floôr Kosby e Luís Augusto Fischer.

18h30 – Os Presidentes

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

A história dos que mandaram e desmandaram no Brasil. Com Rodrigo Vizeu e mediação de Paulo Germano.

18h30 – Do que escrevemos quando escrevemos sobre animais?

Biblioteca Moacyr Scliar, Memorial do Rio Grande do Sul R. 7 de Setembro, 1020

Literatura e escrita criativa sob o enfoque animal, debate com Ana Mello, Sinara Foss, Bianca Pazzini e Luiz Maurício Azevedo

16 de novembro

Djaimilia Pereira de Almeida

9h – Práticas democratizadoras de leitura nas comunidades do Brasil, mesa-redonda com Otávio Júnior, Cida Fernandes, Renata Borges e 
Maria Heloisa da Rosa

Teatro Carlos Urbim, Av. Sepúlveda

Medição: Eduardo Peixoto

14h – Memória e Resistência – a história do Clube 24 de Agosto

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

100 anos de resistência de um clube social negro em Jaguarão, fronteira Brasil Uruguai (1918-2018). Com Caiuá Cardoso Al-Alam, Giane Vargas Escobar, Sara Teixeira Munaretto, Neir Madruga Crespo e Juarez Ribeiro.

16h30 – Conversa com o tempo

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Quando Zuenir e Luís Fernando se encontram, há sempre promessa de uma conversa emocionate, reveladora e divertida, além de lembranças de escritos memoráveis desses dois grandes autores. Com Zuenir Ventura, Luis Fernando Verissimo e mediação de Cláudia Laitano.

18h – Presença angolana na Feira do Livro: Djaimilia Pereira de Almeida

Auditório Barbosa Lessa no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

A arrebatadora escrita de Djaimilia em pauta. Identidades, reflexões, diáspora, destinos, sonhos e a poesia narrativa da autora sob a mediação de Natália Polesso.

17 de novembro

14h30 – As bibliotecas universal, imaginária e íntima

Sala O Retrato no CCCEV, R. dos Andradas, 1223 4º andar

Os escritores Davi Boaventura e Gustavo Melo Czekster e a jornalista Lu Thomé apresentam as chaves da leitura e da não leitura, num debate livremente inspirado em Como falar dos livros que não lemos, de Pierre Bayard.

17h – Planeta fantástico: o mercado editorial para a literatura fantástica no RS

Sala Noé de Mello Freitas no CCCEV, R. dos Andradas, 1223

A literatura fantástica têm ganhado cada vez mais leitores e autores interessados. Debate sobre o mercado editorial da literatura fantástica para novos autores. Com Duda Falcão, Kátia Regina Souza e Marcelo Spalding

19h – Sarau Marginal com Coletivo Conceito Arte

Tenda das Mil e Uma Histórias, Praça da Alfândega

Promoção: Redes de Leitura – Bibliotecas Comunitárias do RS