O Nonada – Jornalismo Travessia repudia o machismo presente no golpe, marcado também por um absurdo retrocesso na área dos direitos humanos, tanto na questão da falta de representatividade institucional quanto no apagamento das políticas públicas. Ressaltamos ainda que a cultura segue como meio de resistência nesses tempos graves, visto que ela envolve manifestações periféricas e de grupos identitários como a população LGBT, as comunidades indígenas e quilombolas.

nao ao golpe

O texto foi originalmente publicado no Jornalismo B

Manifesto de comunicadores alternativos de Porto Alegre contra o golpe parlamentar e o governo ilegítimo de Michel Temer

“Nós, comunicadores alternativos de Porto Alegre, não reconhecemos como legítimo o governo de Michel Temer (PMDB), fruto de um golpe parlamentar contra a presidenta eleita com 54 milhões de votos, Dilma Rousseff (PT). Em que pese todas as críticas que temos aos governos do PT, entendemos tratar-se, o processo de impeachment, de uma ação meramente política, sem participação popular, base legal nem ética, coordenada por setores das elites política e econômica com o objetivo de acelerar medidas que atacam os direitos dos de baixo, da população mais oprimida e reprimida pelo sistema econômico e político.

A construção do impeachment como um verdadeiro golpe foi comprovada pelos áudios recentemente revelados em que a derrubada do governo é tramada visando não melhorias no país, mas apenas a proteção de corruptos e a implementação de um projeto neoliberal, absolutamente contrário aos interesses das classes populares. O governo golpista rapidamente mostrou a que veio. Em apenas um mês, esfregou na cara dos brasileiros uma reforma ministerial que atacou justamente os setores sociais que mais precisam de políticas públicas e uma equipe de ministros representativa apenas do que são as castas políticas brasileiras. Além disso, o governo golpista de Temer já está envolvido em diversas denúncias de corrupção, mesmo com um importante setor da mídia oferecendo apoio em geral às medidas que vêm sendo defendidas e aplicadas.

Entre muitas outras medidas que atacam os direitos da população, a pluralidade e a democracia representativa, o governo golpista vem interferindo indevidamente na Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), empresa pública da mais alta importância no caminho de democratizar a comunicação no Brasil. Exonerou o presidente da EBC, que tinha mandato de quatro anos garantido pela lei que criou a EBC, e funcionários da TV Brasil, emissora vinculada à Empresa, vêm denunciando práticas de censura à grade de programação. O ataque à comunicação pública é apenas uma das facetas desse governo ilegítimo que devemos enfrentar, entre tantas outras, que passam por ataques diretos e indiretos a programas sociais que, se é verdade que não resolvem os problemas que enfrentamos na estrutura da sociedade e se também é verdade que contêm imperfeições, reduzem de fato o sofrimento de milhões de famílias brasileiras.

Ainda que o atual modelo de democracia não exprima o que entendemos como uma sociedade ideal, exigimos a volta da normalidade democrática, respeitando o voto e a decisão soberana do povo brasileiro que, em 2014, elegeu Dilma Rousseff e o projeto que ela representa. Esse posicionamento não significa um apoio ao governo Dilma, mas, enquanto comunicadores alternativos, não podemos silenciar diante de um governo ilegítimo e sem votos à sua proposta governamental. Lutamos por avanços reais tanto no sentido da democratização da comunicação quanto em direção a uma democratização profunda de toda a sociedade brasileira”.

Assinam esse manifesto os seguintes comunicadores e meios de comunicação alternativos de Porto Alegre:

Meios de comunicação:

1 – Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação (ALICE)

2 – Anú – Laboratório de Jornalismo Social

3 – Baixa Cultura

4 – Blog do Kayser

5 – Blog do Sul do Mundo

6 – Canal Paralelo

7 – Coletivo Amélia

8 – Coletivo Catarse

9 – Correria

10 – Esquina Democrática

11 – Estratégia e Análise

12 – IndexPoa

13 – Jornal do Centro Porto Alegre

14 – Jornalismo B

15 – Manifesto POA

16 – Mídia Capoeira

17 – Mídia Ninja

18 – Nonada

19 – NUCC – Núcleo de Comunicação Comunitária da UFRGS

20 – O Fato e a História

21 – Observatório da Mídia Gaúcha

22 – Ocupa Mídia

23 – Rádio Comunitária A Voz do Morro

24 – Revista Bastião

25 – TV Restinga na Web

Comunicadores:

1 – Alessandra Werlang

2 – Alex Oestreich

3 – Alexandre Costa

4 – Alexandre Haubrich

5 – Alexandre Lentz

6 – Alexandre Português

7 – Anderson Corrêa

8 – André de Jesus

9 – Anjélica de Sousa Nascimento

10 – Arno José de Oliveira

11 – Arthur Viana

12 – Bruna Andrade

13 – Bruno Lima Rocha

14 – Caio Venâncio

15 – Carlos Henrique Rosa da Silva

16 – Claudio Calmo

17 – Daniel Baptista

18 – Davenir Viganon

19 – Davi Guilherme

20 – Débora Fogliatto

21 – Deyvid Soares

22 – Dhiego Recoba

23 – Douglas Freitas

24 – Edisson José Sousa Campos

25 – Eduardo Seidl

26 – Erick da Silva

27 – Ezequiel Melo

28 – Fernando Gadret

29 – Filipe Castilhos

30 – Filipe Rossau

31 – Gabrielle de Paula

32 – Giulia Barão

33 – Guilherme Fernandes de Oliveira

34 – Gustavo Nunes

35 – Gustavo Ruwer

36 – Hélio Sassen Paz

37 – Ilza Girardi

38 – Jackson da Silva Ferrreira

39 – Jeferson Camisolão

40 – Jefferson Pinheiro

41 – Jerônimo Costa

42 – Jonas Dornelles

43 – Jonas Lunardon

44 – Jones Rosa dos Santos Barbosa

45 – Júlia Bittencourt

46 – Juliana Mastrascusa

47 – Katia Marko

48 – Leandro Hein Rodrigues

49 – Leo Felipe

50 – Leonardo Foletto

51 – Leonilda R. da Conceição

52 – Lucas Rufino

53 – Luciana Soares

54 – Luciano Kayser

55 – Marcelo Cortes

56 – Marcelo Cougo

57 – Marcelo Niluk Vianna

58 – Márcio Figueira

59 – Marco Antônio Alves Elias

60 – Marco Ribeiro

61 – Marcos Belmonte

62 – Mariana de Mattos Pires

63 – Michel Vasconcelos dos Santos

64 – Milton Ribeiro

65 – Murilo Seco

66 – Nelson Rego

67 – Neltair Abreu (Santiago)

68 – Oro Mendes

69 – Pablo Silva

70 – Paulo Ricardo de Oliveira

71 – Pedro Palaoro

72 – Pepe Martini

73 – Priscila Pasko

74 – Rafael Gloria

75 – Raphael Carrozzo

76 – Renata Duarte

77 – Rodrigo Rodrigues

78 – Rosina Duarte

79 – Simoni Gonçalves Machado

80 – Suziane Silva dos Santos

81 -Tais Ratier

82 – Thaís Seganfredo

83 – Tharcisio Rocha

84 – Tiago Rodrigues

85 – Walter Lippold

86 – Yamini Benites

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments