...

Museus brasileiros estão entre os mais visitados do mundo

A Bienal de São Paulo foi a 12ª exposição mais frequentada do ano passado (Crédito: Divulgação)

A notícia surpreendeu os descrentes na frequência dos brasileiros em museus e eventos de arte: um ranking desenvolvido pela revista inglesa “The art newspaper”, considerada uma das principais fontes sobre arte, revela que os museus do Brasil estão entre os mais freqüentados do mundo em 2010, e as exposições brasileiras estão entre as mais populares.

O Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cultura (Ibram/MinC) realizou a pesquisa para a publicação inglesa. É a primeira vez que o país participa deste ranking.

A 29ª Bienal de São Paulo aparece como a 12ª exposição mais vista do mundo no ano passado, com um público de 535 mil visitantes. As mostras Islã (445.598 visitantes), Regina Silveira – Linha de Sombra (477.106) e Rebecca Horn (313.756), todas organizadas pelo Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro, vêm logo na sequência. O Mundo Mágico de Escher, do CCBB Brasília, e a Expedição Langsdorff, do CCBB São Paulo, também aparecem na lista entre as cem exposições mais visitadas.

O Louvre de Paris lidera o ranking de museus mais frequentados em 2010, deixando o British Museum de Londres em segundo lugar e o Metropolitan Museum of Art de Nova Iorque em terceiro. O CCBB Rio aparece em 14º lugar, à frente de afamadas instituições como o Museu Reina Sofía de Madrid (15º), onde está a Guernica de Picasso, a Galleria degli Uffizi de Florença (20º), que abriga obras primas como “O nascimento de Vênus” de Botticelli, e o Van Gogh Museum (23º) de Amsterdam, detentor de boa parte da produção do artista holandês.

O Ibram está preparando um sistema de informações a ser lançado nos próximos 45 dias que fornecerá dados para o acompanhamento constante em relação à visitação das instituições brasileiras. Os critérios das pesquisas são similares aos adotados pela “The art Newspaper”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.