Dalton Trevisan, em uma das únicas poses em que conseguem fotografá-lo: andando na rua (Crédito: Secretaria da Cultura do PR)

O brasileiro Dalton Trevisan é o vencedor do Prêmio Camões 2012, o mais importante da língua portuguesa, atribuído a “escritores que tenham contribuído de “forma irrevogável para o enriquecimento literário e cultural do idioma”. O anúncio foi pelo secretário de Estado da Cultura de Portugal, Francisco José Viegas.

 Conhecido como o Vampiro de Curitiba, o escritor tornou-se famoso pelos contos curtos e secos, escritos com ironia cortante e humor cáustico, para lançar um olhar objetivo sobre a condição humana. É vencedor de diversos prêmios literários, entre eles o Jabuti de 2011, na categoria contos, com Desgracida. Ele já havia sido agraciado pelo Jabuti em outras edições, entre elas a de 1995, com Ah, é Dinorá.

Resta saber quando e como o Camões chegará às mãos de Trevisan. O escritor também é notório por ser recluso – não dá entrevistas e não se deixar fotografar. Fazê-lo ir a uma premiação, então, seria uma façanha.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support