Benedict Cumberbatch é Julian Assange em filme sobre o Wilikeaks (Crédito: Divulgação)

Em sua 37ª edição, o  Festival de Toronto começou nessa terça-feira, dia 5 de setembro, trazendo filmes sobre personalidades como Julian Assange, Nelson Mandela e Jimi Hendrix. Ao invés de eleger um júri internacional para votar nos melhores filmes, como fazem os festivais de Cannes e Veneza, quem escolhe os títulos a serem premiados é o próprio público, que pode comprar ingresso e participar das sessões. Lembrando que o festival tem fama de fornecer boas pistas das produções que podem se dar bem no Oscar. No ano passado, “Argo” e “O Lado Bom da Vida” foram destaques no evento e, meses depois, ganharam estatuetas da Academia .

O filme de abertura foi “O Quinto Poder” , que conta a história do site WikiLeaks e de seu fundador, Julian Assange. O encerramento ficará com “Life of Crime”, baseado no livro de Elmore Leonard que é um “prequel” de “Jackie Brown”, de Quentin Tarantino.  Serão 366 produções, entre elas, 146 estreias exibidas em 11 dias. O festival vai até o dia 15 de setembro. 

Confira alguns dos principais concorrentes: 

“O Quinto Poder”, de Bill Condon. É baseado no livro escrito pela ex-braço direito de Assange, Daniel Domscheit-Berg, que se juntou ao ativista australiano em 2007. Os dois trabalharam para tornar o site uma das mais poderosas ferramentas de informação, o que culminou no maior vazamento de documentos secretos da história dos Estados Unidos. O filme traz Benedict Cumberbatch, o Sherlock Holmes da série Sherlock, no papel de Julian Assange , o fundador do site WikiLeaks. 

“Dallas Buyers Club”, de Jean-Marc Vallée. Traz a história de Ron Woodroof, um eletricista do Texas cuja batalha contra o setor farmacêutico ajuda pacientes com HIV e aids a ter acesso a tratamento. Quem o interpreta é Matthew McConaughey, que passou por uma grande mudança física para o papel. 

“Long Walk to Freedom”, de Justin Chadwick Adaptação da autobiografia do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela. É produzido por Anant Singh, que começou a conversar com o sul-africano sobre a possibilidade de levar sua história ao cinema quando ele ainda estava na prisão O papel principal ficou com Idris Elba. 

“12 Years a Slave”: Conta uma história real ambientada nos Estados Unidos pré-Guerra Civil, quando o negro livre Solomon Northup foi sequestrado e vendido como escravo. No elenco também estão Michael Fassbender e Brad Pitt. 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support