Hoje, dia do livro, a Biblioteca Nacional do Rio completa o bicentenário.  Imagine só, em 1808, quando D. João VI fugiu, com toda a sua corte, de Portugal para o Brasil, escapando das tropas de Napoleão Bonaparte, trouxe consigo aproximadamente 60 mil itens, entre livros, manuscritos e mapas. Foi esse o acervo que deu origem à Biblioteca. Em 29 de outubro de 1810, por um decreto, foi criada a Real Biblioteca, que só teve o acesso liberado ao público quatro anos depois.

Atualmente, segundo a Unesco, a Biblioteca Nacional do Brasi é uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo e também a maior da América Latina. Possui em seu acervo cerca de nove milhões de peças.  Dessas, 200 estarão em exposição ao público a partir de hoje.

Deixar um comentário

Não há comentários nessa página ainda. Vamos começar essa conversa!

Deixe uma resposta

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support