Milhares de brasileiros foram às ruas nessa quarta-feira (15), no primeiro ato nacional contra o governo de Bolsonaro. Convocado pela União Nacional dos Estudantes e apoiado por entidades de classe e movimentos sociais, os atos tiveram como mote o corte de 30% nos investimentos no Ensino Superior público, que foi precedido por falas do ministro da Educação, o olavista Abraham Weintraub, que acusou universidades de promoverem “balbúrdia”, em uma retórica contra as áreas de ciências sociais e humanidades. As falas das lideranças manifestaram repúdio ao governo, apoio à Ciência e à Educação e também foram contra a reforma da Previdência.

Em Porto Alegre, a manifestação ocorreu durante todo o dia, com maior adesão no ato das 18h. Liderados pelos movimentos estudantes, os estudantes saíram do pátio da Faculdade de Educação até a Esquina Democrática, onde se encontraram com com outros manifestantes. O ato reuniu milhares de pessoas.

Confira abaixo a fotorreportagem de Carol Ferraz:

Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Foto: Carol Ferraz/Nonada
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support