Foto: André Lisboa/Agência ALRS

O Nonada – Jornalismo Travessia realiza uma série de entrevistas com os candidatos e candidatas à prefeitura de Porto Alegre. As perguntas têm como foco o setor cultural e os direitos humanos. Nesta entrevista, quem responde é o candidato Rodrigo Maroni (PROS).

Nonada – Para o senhor, o que é cultura e qual o papel do Estado no fomento do setor?

Rodrigo Maroni – Cultura é fundamental. E o papel do Estado deve ser de fomentar sempre. 

Nonada – Quem vai ser o secretário ou secretária da pasta caso seja eleito?

Rodrigo Maroni – Não temos nem conversas para indicações. Isso quem faz é a política tradicional, negociar antes de ganhar. 

Nonada – Quais serão as prioridades da pasta na sua gestão? Que política deve adotar em relação aos equipamentos culturais do município? 

Rodrigo Maroni – Quero escutar o pessoal da cultura para construirmos.

Nonada – O Fumproarte, de acordo com a Lei 7.328, deveria receber anualmente o mesmo valor destinado ao Funcultura. O senhor reativará os repasses ao fundo? E quanto a realizações de editais para os artistas?

Rodrigo Maroni – Sou favorável a todos repasses possíveis à cultura. Defendo editais para artistas. Construído junto com o setor da cultura. 

Nonada – Quais políticas o senhor pretende adotar com relação aos direitos das mulheres e do público LGBT?

Rodrigo Maroni – Defendo todas políticas possíveis para mulheres, Lgbt assim como para toda população. 

Nonada – A cultura negra sempre foi muito forte em Porto Alegre, embora com pouco incentivo, inclusive com a falta de reconhecimento oficial dos quilombos urbanos, por exemplo. Como o senhor vê a cultura afro-gaúcha em Porto Alegre e o que pretende fazer para fomentá-la?

Rodrigo Maroni – Defendo a diversidade e o respeito à cultura negra.

Nonada – Apesar de existirem 23 milhões de pessoas com deficiência no Brasil, as políticas públicas de acessibilidade cultural ainda engatinham. O senhor pretende incluir o direito das pessoas com deficiência de terem acesso à arte na sua gestão? De que forma?

Rodrigo Maroni – Defendo o direito das pessoas com deficiência à cultura. Ouvindo elas para construirmos alternativas.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support