Foto: Anselmo Cunha/Nonada

A 9ª Semana da Poesia de Cachoeirinha, evento que marca presença na agenda cultural da região metropolitana desde a década de 2000, foi adiada devido à pandemia de Covid-19. A nova data será informada em breve.

Com uma programação recheada de poesia e música, a Semana ocorre geralmente de 14 de março, data de aniversário de Castro Alves, até o 21, Dia Mundial da Poesia. As atividades ocorrem em espaços culturais da cidade, entre eles a Biblioteca Comunitária Sol e Lua e a Biblioteca Solarium, da Smed. As atrações são diversas, incluindo saraus, contação de histórias, shows e encontros com escritores. Participam da agenda artistas como o grupo Arte Negra (Lilian Rocha, Carmen Lima, Fátima Farias, Taiasmin Ohnmacht, Delma Gonçalves e Ana dos Santos), Ricardo Silvestrin, Dilan Camargo e Ronald Augusto. Escolas públicas de Cachoeirinha também vão receber atividades.

Neste ano, a iniciativa tem financiamento da Lei Aldir Blanc, por meio do edital 29/20, da prefeitura de Cachoeirinha. Os recursos possibilitaram a contratação da programação básica, à qual foram acrescentadas, até agora, mais de 30 atividades, disponibilizadas por autores, músicos e outros artistas.

História

A Semana da Poesia de Cachoeirinha foi criada, na década de 2000, pelo poeta e jornalista Milton Souza e pela produtora cultural Sônia Zanchetta. Sua ideia era inundar a cidade de poesia no mês de março, com a colaboração de parceiros.

Para tanto, mobilizaram, em duas edições anuais, escolas, entidades, empresas, coletivos, escritores e outros artistas, que aceitaram o desafio de realizar ações que colocassem a poesia em destaque no período.

Depois de um intervalo de alguns anos, a Semana foi retomada, em 2015, a cargo do projeto Quitanda da Leitura, que Sônia havia criado em 2011, e o poeta Milton Souza foi o homenageado do evento.

Desde então, a Semana ocorre anualmente — embora tenha sido interrompida, em 2020, em seu terceiro dia, em função do confinamento social decretado devido à pandemia do covid-19 —, e tem contado com dezenas de parceiros da cidade, além de escritores e artistas de outras localidades que se dispõem a vir a Cachoeirinha a fim de colaborar na programação das escolas.

Com a fundação do Instituto Cultural e Social Ágora, em junho, presidida por Sônia, a Semana passou a sua responsabilidade, assim como a Biblioteca Comunitária Sol e Lua (2013), o projeto Quitanda da Leitura (2011 – troca e doação de livros) e a Parada da Leitura (2017 – parada 51 da Av. Flores da Cunha, em que são disponibilizadas dezenas de livros ao público diariamente).

*Esta notícia é patrocinada pelo Instituto Cultural e Social Ágora

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support