Produzir e distribuir jornalismo de qualidade em redes digitais depende de financiamento. E para encurtar a distância entre quem pode contribuir financeiramente e quem precisa desses recursos para fazer jornalismo no Brasil, 26 organizações de todas as regiões do País estão unidas, pelo segundo ano, em campanha no Dia de Doar, comemorado em 30 de novembro . A data é mundial e tem como objetivo estimular a generosidade e inspirar pessoas a doar para aquilo o que elas acreditam.

A parceria das organizações, articulada pela Associação de Jornalismo Digital (Ajor),  será desenvolvida entre de 26 de novembro e 4 de dezembro e conta com a participação da Agência Envolverde, Agência Mural, Agência Pública, Alma Preta, Amazônia Real, Aos Fatos, AzMina, data_labe, Eco Nordeste, Énois Laboratório de Jornalismo, Fauna News, Gênero e Número, O Joio e O Trigo, Jornal Metamorfose, Manual do Usuário, Marco Zero Conteúdo, Matinal Jornalismo, Nonada Jornalismo, Nós, mulheres da periferia, ((o))eco, Periferia em Movimento, Portal Catarinas, Ponte Jornalismo, Quatro Cinco Um, Saiba Mais e Sul21.

As ações para estimular doações serão feitas nos perfis de redes sociais das organizações de Jornalismo, sempre usando a hashtag #diadedoar. A ideia é motivar os consumidores do conteúdo a, também, contribuir financeiramente para que o trabalho dessas organizações continue e seja ampliado.

Em comum, essas instituições têm o foco na fiscalização do poder público, pluralidade editorial e trabalham para defender a democracia – que está sendo tão ameaçada por uma enxurrada de desinformação. O apoio financeiro a esse trabalho é um posicionamento em defesa do Jornalismo, um dos pilares da democracia.

O Nonada Jornalismo mantém uma campanha de financiamento na plataforma apoia.se/nonada. Nossa meta atual visa arrecadar recursos para um edital de reportagens especiais. Quando atingirmos esta meta, vamos lançar um edital público para selecionar pautas com bolsas remuneradas para investigar políticas públicas no governo Bolsonaro e violações de direitos humanos a artistas periféricos, mulheres, negres, PCDs e LGBTQIA+. Apoiadores mensais ou pontuais recebem nossa revista impressa e newsletters com foco em políticas culturais, além de receber primeiro as reportagens vencedoras do concurso.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support