No dia 31 de agosto de 2021, o Instituto Vladimir Herzog lança, juntamente com a Artigo 19, a Rede Nacional de Proteção de Jornalistas e Comunicadores. A Rede é fruto da articulação de dezenas de jornalistas, comunicadores, entidades representativas e coletivos de mídia ligados à defesa da liberdade de expressão, presentes em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Seu objetivo, além de combater a realidade de sistemáticas violações à liberdade de expressão, é acolher denúncias de ataques e de ameaças a jornalistas, comunicadoras e comunicadores, que têm aumentado espantosamente nos últimos anos no Brasil e ainda são subnotificadas. Em 2019, o Nonada Jornalismo participou de um encontro de formação da Rede em São Paulo, como representante do Rio Grande do Sul. Desde então, as entidades têm se dedicado a desenvolver a iniciativa a partir das experiências e necessidades dos jornalistas e comunicadores.

As ameaças, violências e intimidações contra estes profissionais devem ser rechaçadas pela sociedade, pois sem o livre exercício do jornalismo e da comunicação, não há democracia possível. O direito de acesso à informação, de participação social e política dependem do trabalho dessas pessoas.

site da Rede, ainda em construção, será uma ferramenta segura para o registro de denúncias, que serão avaliadas e, sempre que viável, acompanhadas por profissionais do direito. O canal terá ainda uma biblioteca com materiais específicos sobre proteção e segurança como cartilhas, livros, artigos e vídeos.

O projeto promoverá oficinas sobre temas ligados ao jornalismo, à liberdade de expressão e aos direitos humanos. Estão previstas formações em segurança digital, cobertura de eleições, cobertura de manifestações, legislação vigente no Brasil etc. Ainda neste ano, serão realizadas oficinas e um encontro nacional, todos virtuais.

O lançamento online será transmitido pelo YouTube do Instituto Vladimir Herzog no dia 31 de agosto às 19h30. Vamos debater o grave processo de institucionalização dos ataques à imprensa no Brasil.

Contaremos com a participação especial das jornalistas Semayat Oliveira, co-fundadora e co-diretora do Nós, Mulheres da PeriferiaBianca Santana, diretora-executiva da Casa Sueli Carneiro, espaço de celebração, formação e memória que homenageia uma das mais importantes pensadoras e ativistas do Brasil; e Kátia Brasil, cofundadora e editora-executiva da Agência Amazônia Real.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support